Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Meu Diário
04/07/2014 18h00
audio-video I ROCK, Blues, Reggae, Pop Music & Cia (sugestões YouTube e gerais)

Sugestões


A

AC/DC - Back In Black https://www.youtube.com/watch?v=fZ7VE_mfjVA
Apocalyptica - Quutamo https://www.youtube.com/watch?v=T0t-KRApDLs
Apocalyptica - One https://www.youtube.com/watch?v=ei0XIkSK86Q
Apocalptica - Unforgiven https://www.youtube.com/watch?v=weStzJV8ZTo
Ami Winehouse - Redhab https://www.youtube.com/watch?v=KUmZp8pR1uc
Ayo - Life is Real https://www.youtube.com/watch?v=OF37qHLH76s

B

Black Sabbath - NIB
http://www.youtube.com/watch?v=ZiShfBmb-oA&feature=related
Bob Dylan - Blowin' in the Wind
http://www.youtube.com/watch?v=oqEcFUW9Ai4
c/ Joan Baez http://www.youtube.com/watch?v=3o82Mmcd0rw
Bob Marley - Buffalo soldier
www.youtube.com/watch?v=S5FCdx7Dn0o
Bob Marley-Concrete Jungle
http://br.youtube.com/watch?v=SSg1AxVoG1I&feature=related
Bob Marley - Bad boys
http://br.youtube.com/watch?v=ZV2ju156fmA&feature=related
Bryan Adams - Summer of 69
http://www.youtube.com/watch?v=hq2KgzKETBw&feature=related
Bruce Springsteen goes Looney Tunes
https://www.youtube.com/watch?hl=pt&v=c0toN8tsnNk&gl=BR
Nickelback hero
https://www.youtube.com/watch?v=EylVfAcr9AE&feature=related
Creedence Clearwater Revival - BAD MOON RISING
http://br.youtube.com/watch?v=ZeZm7KQJT1o&feature=related

D
DEEP PURPLE - Perfect Strangers
http://www.youtube.com/watch?v=uwoTaisFMIE
Dire Straits & Eric Clapton - Sultans of Swing Live
https://www.youtube.com/watch?gl=BR&hl=pt&feature=related&v=GkrWqpymXLY

E
Eagles - Hotel California
http://www.youtube.com/watch?v=xo829TJGX54&feature=related
Eloy - Master of Sensation
http://www.youtube.com/watch?v=5K4Y09AWVvg
Emerson, Lake & Palmer - Black moon Live Romeo and Juliet
http://www.youtube.com/watch?v=fbZ_3ud5Tjw
Eric Clapton - Wonderful tonight
Eric Clapton - Shreds
Eric Clapton and Sheryl Crow - My favorite mistake
Evanescence - anywhere but home Concert - Part 1
Part 2 Part 3 Part 4 Part 5 Part 6 F
http://www.youtube.com/watch?v=A175TP5dtP0&feature=related

F
Frank Zappa - Inca roads
Stairway to heaven (arranjo: Frank Zappa)

G
Gerry Rafferty - Right down the line
http://www.youtube.com/watch?v=vSf3BF3ehjo
Gerry Rafferty - Baker Street (Vinyl Recorded)
http://www.youtube.com/watch?v=hh1t3hTPICI
Genesis - Mama
http://www.youtube.com/watch?v=j9DH_zGWJEs
Genesis -  Home by the sea
http://www.youtube.com/watch?v=SfKoLA_uoxU&feature=related
Genesis - I can't dance
http://br.youtube.com/watch?v=hGI2d31M7Ns&feature=channel
Genesis - Land of confusion
http://br.youtube.com/watch?v=Yq7FKO5DlV0&feature=channel
Gentle Giant - Playing The Game - Live 1978
https://www.youtube.com/watch?v=b0E3nqEGmcw
Gipsy Kings - Hotel California
Goo Goo Dolls E Avril Lavigne - Iris
Gotan project - shall we dance/jennifer lopez  
http://br.youtube.com/watch?v=4u6ycs90YIk
gotan project - Época: un tango diferente
http://br.youtube.com/watch?v=-TU7ruN3XUU&feature=related
Guns And Roses - Welcome To The Jungle
http://br.youtube.com/watch?v=dOsc3KK28TQ&feature=related
Guns N' Roses - November Rain
https://www.youtube.com/watch?v=8SbUC-UaAxE

I
Iron Maiden – Wasting love (original – album)
Iron Maiden – Aces High
https://www.youtube.com/watch?v=ZO6giM9UAv0&feature=related

J
James Brown - Get up
http://br.youtube.com/watch?v=mzNEgcqWDG4
Jean Michel Jarre & Patrick Rondat  - Tribute Vivaldi
Jeff Beck - Cause we've ended as lovers
Jetro Tull - Aqualung (Live)
http://www.youtube.com/watch?v=qQRUcybOjOM
Jimi Hendrix – Red rose
Joan Baez – Stand by me
Joe Satriani – Crying
http://www.youtube.com/watch?v=GmYys-ZjNrg
http://www.youtube.com/watch?v=Zh4n1bZi4d8&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=qla13aWrNP4&feature=related
http://br.youtube.com/watch?v=5T4gVRlbGBk

K
Kitaro - Matsuri
Kenny Wayne Shepherd (Blue on black)
While we cry - interpretação de Nuno Mindelis
http://br.youtube.com/watch?v=QXtRB9XApL8

L
Layla – Derek and Dominos
http://www.youtube.com/watch?v=uYD_t1mwY4k
Led Zeppelin - Earl's Court (1975) - "Trampled Underfoot"
http://br.youtube.com/watch?v=_adq0RJ4XDI&feature=related
http://br.youtube.com/watch?v=bqE0gO3_BwY
Lenny Kravtiz - It ain't over till it's over
Lenny Kravitz – Always on the run

M
Marillion - Heart of Lothian
http://www.youtube.com/watch?v=XM3nozQ3i-s
Marillion - Pseudo Silk Kimono, Kayleigh, Lavender
http://www.youtube.com/watch?v=CkjeO_nUN9Y&feature=related
http://br.youtube.com/watch?v=b8Fy635xuu8
Men at work - Overkill
Men at work – Be good Johnny

N
Nick Barrett & Clive Nolan - Paintbox (live)
http://www.youtube.com/watch?v=7QUHh9LN1uA&NR=1
Nick Barrett & Clive Nolan @ Baltic Prog Fest 2008. Part1
http://www.youtube.com/watch?v=hiyL1atdZ7Y&feature=related
http://br.youtube.com/watch?v=dXO3OMGKPpw&feature=channel

O
Ozric Tentacles Spyroid

R
Rick Wright - Hidden Fear
Roger Hodgson - Lovers In The Wind
Rory Gallagher - I wonder who
http://br.youtube.com/watch?v=8t_1vgh_X9w
http://www.youtube.com/watch?v=mBrbpWwWafQ&feature=related

S

Santana - Black magic woman (acustico)
Santana – Black magic woman (gravação)
Santana - Jingo
Santana "No One To Depend On" (OLDIE)
Santana - Batuka  & No one to depend on
Santana - Smooth
Scorpions & Vanessa Mae - Still loving you
Scorpions - Bad boys running wild - Love At First Sting

Suzi Quatro - 48  Crash (1973)
https://www.youtube.com/watch?v=cmVL_32GiBA

V
Van Der Graaf Generator - House with no door
http://www.youtube.com/watch?v=yquIWfvdGXE&feature=related
Van Halen - Humans Being
http://br.youtube.com/watch?v=1QvS1QU0Fqs
Van Halen - Right now
http://www.youtube.com/watch?v=5aTYp8-O96M&feature=related
Vangelis – Conquest of Paradise
Vangelis – Blade Runner
Vangelis - Rachel's song
Vangelis - Memories of green
Vangelis- Blade Runner Blues
Vangelis - Alpha

V
Vanessa Mae - Fantasy on a theme from Caravans
Vanessa Mae - Storm
Vanessa Mae - Classical Gas
Vanessa Mae - The Devil's trill
Vanessa Mae - Destiny
Vanessa Mae - Red Hot Music video

Y
http://br.youtube.com/watch?v=FriGsjnPgSg&feature=related
http://br.youtube.com/watch?v=JY-LtulbUPo&feature=related
Yes - Purple Haze 1994
Yes - The Late Late Show with Criag Kilborn
Yes - Circus of Heaven
http://www.youtube.com/watch?v=VYRk5NXRftU

............

ROCK III & Cia
http://www.rosangelaliberti.recantodasletras.com.br/blog.php?idb=20985

ROCK II & Cia
http://www.rosangelaliberti.recantodasletras.com.br/blog.php?idb=16359

 


Publicado por Rosangela Aliberti em 04/07/2014 às 18h00
 
30/06/2014 00h30
Morre lentamente é A morte devagar - Martha Medeiros (no è di Pablo Neruda)



Procuro-me
Martha Medeiros

Lembra daquele anúncio de "procura-se" que saiu algumas vezes aqui em Zero Hora? Que coisa esquisita. "Procura-se". Ao melhor estilo faroeste, o jornal fazendo papel de poste. À primeira vista, achei que fosse algum anúncio publicitário, mas não: uma família foi assaltada e decidiu ir à caça dos bandidos por conta própria. É provável que houvesse algo de muito valor afetivo a ser recuperado, ou a motivação foi vingança. Seja o que for, achei tudo muito estranho e ligeiramente incômodo. Pois agora esse anúncio voltou à minha mente, e já explico por quê.

Zero Hora publicou ontem uma história hilária que me aconteceu. Quinta-feira passada, um senador italiano leu um texto meu em plenário e com isso ajudou a provocar a queda do primeiro-ministro daquele país. Dizem que o momento da leitura do texto foi uma comoção. Só que o tal senador creditou o texto a Pablo Neruda, pois foi desse modo que ele o recebeu pela internet. No dia seguinte, quem diria: os principais jornais da Itália estampavam uma foto minha, creditando a mim a verdadeira autoria do texto que abalou o governo. Meus 15 minutos de fama internacional.

Achei a maior graça, vou fazer o quê, chorar? Jamais um texto meu seria lido tão longe e por um motivo tão sério se não achassem que o autor era um Nobel de Literatura. Francamente, quem é que sabe que eu existo na Itália? Bom, agora sabem.

Indiretamente, saí ganhando com esse equívoco, mas vamos pensar juntos: por que o senador não leu um texto com autoria comprovada? Simples: porque foi mais um que se deixou levar pelas "facilitações" da internet. Porque é provável que ele nunca tenha lido Neruda na vida, ou saberia reconhecer o estilo do chileno. Porque ele foi apressado e confiou demais no mundo virtual quando deveria seguir confiando em livros. 

Da Zero Hora de hoje, 30/01/2008


*


Ode alla vita
Lentamente muore

Lentamente muore chi diventa schiavo dell'abitudine, ripetendo ogni giorno gli stessi percorsi, chi non cambia la marcia, chi non rischia e cambia colore dei vestiti, chi non parla a chi non conosce.

Muore lentamente chi evita una passione, chi preferisce il nero su bianco
e i puntini sulle "i" piuttosto che un insieme di emozioni, proprio quelle che fanno brillare gli occhi, quelle che fanno di uno sbadiglio un sorriso,
quelle che fanno battere il cuore davanti all'errore e ai sentimenti.
Lentamente muore chi non capovolge il tavolo, chi e' infelice sul lavoro,
chi non rischia la certezza per l'incertezza per inseguire un sogno,
chi non si permette almeno una volta nella vita di fuggire ai consigli sensati.

Lentamente muore chi non viaggia, chi non legge, chi non ascolta musica,
chi non trova grazia in se stesso. Muore lentamente chi distrugge l'amor proprio, chi non si lascia aiutare; chi passa i giorni a lamentarsi della propria sfortuna o della pioggia incessante. Lentamente muore chi abbandona un progetto prima di iniziarlo, chi non fa domande sugli argomenti che non conosce, chi non risponde quando gli chiedono qualcosa che conosce.
Evitiamo la morte a piccole dosi, ricordando sempre che essere vivo
richiede uno sforzo di gran lunga maggiore del semplice fatto di respirare.
Soltanto l'ardente pazienza porterà al raggiungimento di una splendida felicita. (Non è di Pablo Neruda, traduttore sconosciuto)

A Morte Devagar
Autora: Martha Medeiros 



Morre lentamente quem não troca de idéias, não troca de discurso, evita as próprias contradições.

Morre lentamente quem vira escravo do hábito, repetindo todos os dias o mesmo trajeto e as mesmas compras no supermercado. Quem não troca de marca, não arrisca vestir uma cor nova, não dá papo para quem não conhece.

Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru e seu parceiro diário. Muitos não podem comprar um livro ou uma entrada de cinema, mas muitos podem, e ainda assim alienam-se diante de um tubo de imagens que traz informação e entretenimento, mas que não deveria, mesmo com apenas 14 polegadas, ocupar tanto espaço em uma vida.

Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o preto no branco e os pingos nos is a um turbilhão de emoções indomáveis, justamente as que resgatam brilho nos olhos, sorrisos e soluços, coração aos tropeços, sentimentos.

Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz no trabalho, quem não arrisca o certo pelo incerto atrás de um sonho, quem não se permite, uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.

Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não acha graça de si mesmo.

Morre lentamente quem destrói seu amor-próprio. Pode ser depressão, que é doença séria e requer ajuda profissional. Então fenece a cada dia quem não se deixa ajudar.

Morre lentamente quem não trabalha e quem não estuda, e na maioria das vezes isso não é opção e, sim, destino: então um governo omisso pode matar lentamente uma boa parcela da população.

Morre lentamente quem passa os dias queixando-se da má sorte ou da chuva incessante, desistindo de um projeto antes de iniciá-lo, não perguntando sobre um assunto que desconhece e não respondendo quando lhe indagam o que sabe. Morre muita gente lentamente, e esta é a morte mais ingrata e traiçoeira, pois quando ela se aproxima de verdade, aí já estamos muito destreinados para percorrer o pouco tempo restante. Que amanhã, portanto, demore muito para ser o nosso dia. Já que não podemos evitar um final repentino, que ao menos evitemos a morte em suaves prestações, lembrando sempre que estar vivo exige um esforço bem maior do que simplesmente respirar. 

_______________


Sobre a autora: Martha Medeiros
nasceu em Porto Alegre em 1961. Formada em Publicidade, escreveu livros de poesias e de crônicas, seu mais recente lançamento é o livro de ficção: Divã.

Martha é cronista do jornal Zero Hora.

Poesia apresentada no programa 97

Os poemas e os textos lidos em "Provocações” são, às vezes, livre adaptação do original, por Antônio Abujamra ou Gregório Bacic. O formato em que se apresentam escritos aqui é apropriado para a leitura em TV e não o seu formato original.

http://tvcultura.cmais.com.br/provocacoes/poemas-e-textos/pgm-131-a-morte-devagar-30-03-2003

http://www.clicrbs.com.br/blog/jsp/default.jsp?source=DYNAMIC,blog.BlogDataServer,getBlog&uf=1&local=1&template=3948.dwt&section=Blogs&post=85383&blog=255&coldir=1&topo=4235.dwt
 

Pavarotti & Ricky Martin - Vento
http://br.youtube.com/watch?v=ja2fM3DCThI

Foto RAPHAEL o pensativo
- olhares

 

 

 

 

 

 


Publicado por Rosangela Aliberti em 30/06/2014 às 00h30
 
29/06/2014 01h41
SOBRE A AMIZADE (vale a pena ler)

 

Para uma verdadeira amiga não importa se não tens dinheiro, se tens mau humor, se estás errada, se esqueces de te chamar... não contas o teu peso... nem se tua casa casa é uma desordem, ou o automóvel possuis... qual é a tua ideologia, e o teu passado, ou se tua família está repleta de gente louca. Tuas conversações prosseguem meses, mesmo sem saber d'onde pararam... ela te quer pelo que tu és, diz as verdades na tua frente e te apoia em público, (apenas te desafia) ...e te compreende quando estás irritada, como também entende teus silêncios. ~ Desconheço o autor.

arte: Nelly Tsenova https://www.youtube.com/watch?v=EQe0kQbl-8g


Publicado por Rosangela Aliberti em 29/06/2014 às 01h41
 
27/06/2014 19h38
OS INTOCÁVEIS - Mario Quintana

OS INTOCÁVEIS


A ironia atinge apenas a inteligência. Inútil desperdiçá-la com os que estão longe do seu alcance. Contra estes, ainda não se conseguiu inventar nenhuma arma. A burrice é invencível. ~ Mario Quintana [Porta Giratória]

in: Mario Quintana Poesia Completa, v. único, Nova Aguilar, RJ: 2005, p.818 

 


Publicado por Rosangela Aliberti em 27/06/2014 às 19h38
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
 
26/06/2014 06h00
NAVEGUE por Silvana Duboc (Não é de Fernando Pessoa!)

Navegue,
descubra tesouros, mas não os tire do fundo do mar,
o lugar deles é lá.

Admire a lua,
sonhe com ela, mas não queira trazê-la para a terra.

Curta o sol,
se deixe acariciar por ele,
mas lembre-se que o seu calor é para todos.

Sonhe com as estrelas,
apenas sonhe, elas só podem brilhar no céu.

Não tente deter o vento,
ele precisa correr por toda parte,
ele tem pressa de chegar sabe-se lá onde.

Não apare a chuva,
ela quer cair e molhar muitos rostos,
não pode molhar só o seu.

As lágrimas?
Não as seque, elas precisam correr na minha,
na sua, em todas as faces.

O sorriso!
Esse você deve segurar, não deixe-o ir embora, agarre-o!

Quem você ama?
Guarde dentro de um porta-jóias, tranque, perca a chave!
Quem você ama é a maior jóia que você possui,
a mais valiosa.

Não importa se a estação do ano muda,
se o século vira,
se o milênio é outro, se a idade aumenta;
conserve a vontade de viver,
não se chega à parte alguma sem ela,

Abra todas as janelas
que encontrar, e as portas também.

Persiga um sonho,
mas não deixe ele viver sozinho.

Alimente sua alma
com amor, cure suas feridas com carinho.

Descubra-se todos os dias,
deixe-se levar pelas vontades,
mas não enlouqueça por elas.

Procure,
sempre procure o fim de uma história, seja ela qual for.

Dê um sorriso
para quem esqueceu como se faz isso.

Acelere seus pensamentos,
mas não permita que eles te consumam.

Olhe para o lado,
alguém precisa de você.

Abasteça seu coração de fé,
não a perca nunca.

Mergulhe de cabeça
nos seus desejos, e satisfaça-os.

Agonize de dor
por um amigo,
só saia dessa agonia se conseguir tirá-lo também.

Procure os seus caminhos,
mas não magoe ninguém nessa procura.

Arrependa-se,
volte atrás, peça perdão!

Não se acostume
com o que não o faz feliz,
revolte-se quando julgar necessário.

Alague
seu coração de esperanças,
mas não deixe que ele se afogue nelas.

Se achar
que precisa voltar, volte!

Se perceber
que precisa seguir, siga!

Se estiver tudo errado,
comece novamente.

Se estiver tudo certo,
continue.

Se sentir saudades,
mate-a.

Se perder um amor,
não se perca!
Se achá-lo, segure-o!


Caso sinta-se só,
olhe para as estrelas: eu sempre estarei nelas.

Não estão ao seu alcance
mas estarão eternamente brilhando para você!

® Silvana Duboc

http://silvanaduboc.blogspot.com.br/2011_05_01_archive.html
No blog acima, seguem os comentários da autora:Essa poesia circula na internet e aparece em diversos sites adulterada e creditada a Fernando Pessoa, por esse motivo consta dessa postagem o registro oficial da mesma para que não restem dúvidas:

 
Registrada na Fundação Biblioteca Nacional
Ministério da Cultura - Escritório de Direitos Autorais
Rua da Imprensa 16 - sala 1205 - Centro - Rio de Janeiro
Registro - 309.788 - Livro - 564 - Folha - 448
Analisado por - Pedro José Guilherme de Aragão
Assinado por - Célia Ribeiro Zaher- Diretora do Centro de Processos Técnicos.
Navegue - Autoria: Silvana Duboc.


______________________________________

Existe um pps na net com telas de Van Gogh... atribuindo a autoria do poema acima como sendo de texto não é de Fernando Pessoa: "Sonhe com as estrelas, apenas sonhe, elas só podem brilhar no céu. Não tente deter o vento, ele precisa correr por toda parte, ele tem pressa de chegar, sabe-se lá aonde. As lágrimas? Não as seque, elas precisam correr na minha, na sua, em todas as faces( etc...)"

Na verdade, o texto original foi escrito por Silvana Duboc sem as 
as últimas frases: "Circunda-te de rosas, ama, bebe e cala. O mais é nada."
(Em Odes de Ricardo Reis, por Ricardo Reis -  um dos heterônimos de
Fernando Pessoa http://www.revista.agulha.nom.br/fpesso28.html) 
que vêm sendo apresentadas no final, provavelmente acrescentadas por um repassador.

Este texto tem como título NAVEGUE em sua forma integral,
confira em outro s(a)ite: 

http://www.reflexaodevida.com.br/241navegue/241navegue.htm
 

VISITE A COMUNIDADE: Afinal, quem é o autor? (orkut e/ou Facebook)
__________________

arte final: angelalib


Publicado por Rosangela Aliberti em 26/06/2014 às 06h00
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.



Página 11 de 783 « 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 » [«anterior] [próxima»]

Site do Escritor criado por Recanto das Letras