Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


Era um chato. Um gato-muito-saco,
no saco de miados sacal
num saco cheio rabos
dando no saco d’Ana_dor mortal

Era o saco de miados dO chato
no saco da dor fatal
o saco do saco do... saco
no saco da ilusão banal

Era um saco de rabos chatos
naquele saco jogado no rio
um saco cheio de escutas
num saco que nunca pariu

Era um saco de gatos e ratos
num saco perdido no tempo
no saco que dava no saco
socos e assovios do vento

No meio de gatos pingados
atiro no saco de qualquer papudo
que disser que tem olho rei
na terra dos camaleões-surdos.

Sobre danações que dão no saco
nunca as tive e jamais as terei
filhotes de chacais não morrem
barrigas cheias no
deserto é a Lei.

Era um saco, um balaio de gatos
um saco de Neanderthal
um saco muito do Mal... calibrado
com'ma sapatada fiz um mingau.

Rosangela_Aliberti
São Paulo, 27.XI.08

*

Peter Gabriel- Solsbury Hill
http://www.youtube.com/watch?v=UYnHRVaQ7qw&feature=related

arte de origem desconhecida

Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 27/11/2008
Alterado em 22/01/2009
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras