Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


FELIZ (PÉSSIMO) NATAL

Não é a toa que o povo pira,  o povo pira o ano todinho e diz que não pirou.

BUUUUMMM...

- Está lá? eu estou cá.

Numa das placas luminosas da cidade: SUSHI (lá tem sushis, não sei se daqui há três anos os sushis estarão lá, mas se for para o bem do bolso
do dono do Restaurante)

Será que chegarei até dia vinte e cinco de dezembro de...?

Aprofundo os olhos na paisagem, escrevo preces ao som de rocks
escrevo orações ao som de Clássicos... inalo um pouco de tudo (com filtro), passeando com mandalas, por entre mil estados de nirvana nas estradas com ou sem mochilas nas costas pupilas avançam e retraem como faróis como os olhos do mundo animal no meio da escuridão:

"Não é o poeta que cria a poesia.
E sim, a poesia que condiciona o poeta.
(...) Poeta, não somente o que escreve.
É aquele que sente a poesia,
se extasia sensível ao achado (...)"


[Cora Coralina]

Tem gente que não quer saber de ouvir o outro, somente a si mesmo.
Não sou super-herói, mas sei que alcance da máfia é longo... (não misturando as bolas dos pinheirinhos) viajo entre universos paralelos, traço derivadas... (e olha que a imaginação não é um trunfo somente meu), você sabe que Natal não tem nada a ver com tenders & chesters, tem a ver com: RENOVAÇÃO.

Tem gente que tem medo do amor em palavras, o que dirá em economizar boas ações?

Por um emaranhado de palavras, metáforas soltas, numa só palavra... no fundo dos porões sempre existem (des)gostos que instigam os Irmãos... Coragem para que? Nem sempre só quem utiliza drogas químicas se mata... tem pessoas que vivem fabricando drogas, e alguns traficam de graça... semeando desilusões... sabe que eu curto um Pink Floyd sem entrar numas de "The Wall" senão não estaria escrevendo isto aqui... lixo para alguns, ouro dos tolos para outros e algo jóia para um ou outro.

Não gostei de assistir um vídeo, com um peixinho na Bienal... o roteirista do filme sufocou o peixe* retirou toda água do aquário, jogou refrigerante em cima dele oferecendo aquela droga (de “refri”), ao pobre do fish*, o ar do fish* acabou: êta ceninha dantesca digna de um cérebro que usa a inteligência para o suposto mal: sádico, frio e distante.

O curso da imaginação ilimitado... ilimitado...ilimitado... pura matemática (dizer o que dá na telha, é ótimo!), será que é por isto que o pessoal se mata o ano todo?

Se afundar na depressão sozinho não basta? Hello! heeello! Sabe o que é um arranca-prazer? É assim que me sinto destruindo a capacidade de alguns ao registrar por aqui que c
ontinuo adorando pinheiros de Natal e presépios... (ando com eles o ano todo!), tal qual um pisca-pisca ambulante: amarelo-roxo-verde-rosa-branco-vermelho-laranja e com o Verde que te quero Verde... todo Green que se preze é a favor da Paz
animais em extinção e armas não combinam...

Na cidade e no campo
no campo e na cidade
o vento continua balançando e/ou sacudindo
piscas-piscas com mau contato... 
os que sacodem a poeira (são coloridos e não caem,
em historinhas de consumismo)

Não é o din-din que faz o Natal brilhar, é o espírito de re/conciliar, de não desejar mal a quem está doente e vive enchendo o nosso saco de presentes feios... Natal é época de tirar novos coelhos da cartola.

Saco de Papai Noel que se preze, "curte um voluntariado", não fica de braços cruzados. Cada um faz o que pode, por pouco que a/pareça.

Enquanto isto, enfeites artificiais tentam se fixar no espaço... sendo que as verdadeiras lamparinas são Ma-ra-vi-lho-sas! para as kamikazes http://www.youtube.com/watch?v=MVLvjp1r3Aw
A cada dia ou noite que passa estão mais claras dentro de cada um que as tem... luz interior é algo que não se tira. Sorte haver alguns chafarizes dançantes nos parques... nas praças... apesar de nem todos terem gosto pela Poesia de uma Cora Coralina e um Adoniran da vida... por que será que nem todos seres que pensam que são letrados não percebem o quanto são individualistas... o que é mais fácil semear vírus politicamente in/corretos (será que o virtual é o reflexo da realidade?)

Se abusam da paciência da Santa Paciência, talvez seja por pura provocação... e quem lida todos os dias com computadores é parte do movimento Alquímico!

A Hu-ma-ni-za-ção, não se esquece dos dissabores! Os descontamentos são tão visíveis... existe muita gente por aí que se mascara de falso Papai Noel (como se este comprasse algum terreno "no céu") e outros que escondem a bondade das varinhas e os dedinhos mágicos, para que pessoas não tenham a percepção de dias melhores, sinônimo de mesquinharia.

Resumindo: existem os que (ainda) não estão em aí;
os que fingem que não se preocupam... mas estão mais ligados
do que muitos pisca-piscas (geralmente estes, fazem mais do que
muitos pensam, papais-noéis anônimos não tem tempo p/ reclamações)
...e àqueles que se preocupam em melhorar o estado interior
de seus corações, que já é graaande coisa e assim consequentemente
melhoram este planeta.


- Verborragia “choca” Vosmecê!?!

Claro que não.

Afinal todo carrasco é po(rr)eta.
É, tem gente que olha para o que falta na mesa e esquece dos presentes... claro que também já perdi afetos que eram como se fossem pedaços de mim, mas não vou dar corda para nenhum super-homem de Nietzsche ou Freud que não interpreta o próprio poder dentro de si mesmo, (afinal até que ponto vai um bom teatro?) deveria parar aqui ou lá?  o verbo o “dever/ia” devia não emperrar, no eterno adormecido (não deixe as mudanças para a próxima segunda-feira, e se a tal segunda não chegar?)

Quanta ingenuidade nos corações que se dizem amadurecidos:
nem todas as crianças terão direito a uma Ceia
nem todas as crianças verão o tal Noel...
nem todas as Crianças sabem dosar o nível neuroses...
nem todos que gostaríamos que estivessem conosco, estarão
(será?, leu: "Longe é um lugar que não existe")

E aí? Como anda a sua criancinha interior? Bem amada?

Na verdade nem todos cultivam um bom velhinho dentro de si... nem todos gostam de presentes surpresas.

O sentido do Natal deveria caminhar conosco todos os dias, (sentiu o drama do deveria?) Por que as pessoas comemoram o Natal, como se fosse um dia especial? (Palavras bruscas para quem carimba Bandeiras cristãs...), cristãos ou não, rótulos poucom importam (estamos no mesmo barco)

Confraternizações

Nesta época há os que chutam a lata na cara do outro, se perdem: - Não gostam de Natal & Cia. DANGER! CUIDADO!
O símbolo da Paz é frouxo (e dizem que pessoas como ´jo´ são ´insuportáveis e loucas´)

Beleza! alguém sempre procura ter razão! Salve os meio-malucos... os Garotos e Garotas maluquinhos!!! BUUUUUMMM... os 'malucos' são ou não os mais Sãos?

BUUUUUMMM...!

Um contorno prateado da lua
no meio da forquilha de uma árvore...
a imensidão do verde muitas vezes espanta...
cigarras sussurram em conjunto, dós sustenidos...
uma ponta de cigarro acesa na calçada...
a brasa é cor de mercúrio ou cor de cobre?
Nos campos o microcosmos encanta,
mais um dezenove de novembro!
para os que vivem andando por ai...
desejando à todos seus ais.

UM FELIZ (PÉSSIMO) NATAL!!!!

o ano todo
ratos no deserto
nunca páram quietos

Salve o Símbolo Augusto da PAZ e  Feliz Niver Jesus! (verídico ou não Ele é o meu maior exemplo de Herói)

Hôou, hôuuu, hôuuu...

Rosangela_Aliberti
São Paulo, 19.11.04

Bandeira do Divino
http://www.youtube.com/watch?v=Cj2I8_Cqpz0&feature=related




 

Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 20/11/2004
Alterado em 14/12/2011
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras