Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


Dê valor a quem lhe dá valor 

 
P. Por que alguém convivendo em um mesmo local pode fazer questão de ignorar outra pessoa muito próxima?

R. Há pessoas que preservam o caráter por demais reservado.
Em outros casos, às vezes os talentos de outrem incomodam a tal ponto que a pessoa não percebe que está no interior de um círculo de inveja.  Com se uma pessoa fosse capaz de ser igual a outra, entram em comparações ou favoritismos infantis... quem se sente incapaz de ser parecido com outra pessoa, pode se sentir internamente humilhado, podendo passar a boicotar trocas de energias de amizade.

Outro fator nestes casos que pode atrapalhar uma convivência saudável, é o ciúme exacerbado, em indivíduos que não possuem confiança suficiente, no seu modo de lidar com objeto de representação de amor com o restante de um grupo.

Existem pessoas que possuem dificuldade em dividir seu lado considerado bom com os que considera “estranhos” por puro preconceito (ao não aceitar a companhia de outro alguém que seja diferente); acentuação das diferenças de personalidade, estilos. O indivíduo não quer se tornar um facilitador da empatia, por birra (criancice) intolerância, denotando falta de manejo com a flexibilidade.

Filosofias de botequins a parte todo aquele que "se acha", NUNCA é.
Estrelas não dizem que são estrelas, automaticamente são reconhecidas no céu.

Afinidades unem os objetivos comuns: pessoas rejeitadas se entendem melhor com os rejeitados; vitoriosos procuram vitoriosos; equilibrados compreendem os equilibrados e os... "loucos"? (muitos ensimesmados não compreendem a si próprios).

Lembre-se de modo geral: de pedra não se tira leite! Será que para não recair em comportamentos doentios, não seria mais prudente manter uma certa distância, para não gerar atritos? Assim sendo uma situação destas é um convite a: preservar a nossa individualidade.
 
"Indiferença, é o amor que se esconde." (André Luiz/Chico Xavier)
 
Rosangela_Aliberti
Atibaia, 10 de abril 2010


(art by Mari Labaki)
Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 10/04/2010
Alterado em 18/04/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras