Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


BOAS FESTAS


"Uma conversa de Monteiro Lobato com professor Cesídio Anbrogi. Ele 
olhou as estrelas do céu e disse: - Cesídio, que adianta dizer a um cego que o céu tem estrelas?"

Ah! Mestre Lobato, quantas vezes o alter ego da boneca Emília deve ter levado sopapos e solavancos? Como há no mundo pessoas que insistem em cultuar a dor.

A centopéia morreu? Então, é dia de festa... parece que instintivamente uma grande quantidade de formiguinhas se forma em um movimento circular... caso a miriápode estivesse passeando ao lado delas, alegre e faceira pode ser que as formiguinhas nem lhe dessem bola...

Pensando nos que insistem em manter a máscara de alegria nos dias 
mais tristes: - Precisamos nos enfiar em um quarto escuro para enxergar palavras que incitem a Fé e gerem Esperança em melhores dias?

Entra ano e sai ano às vezes entro em um hospital e sinto por lá a cor do medo, o cheiro da verdadeira dor e da morte. Nem sempre quando um voluntário da alegria (em trabalhos similares aos Doutores da Alegria) 
tem permissão para adentrar em um quarto é recebido para contar 
alguma história. Crianças anestesiadas também podem sofrer de apatia... no entanto quando um leve movimento no contorno em um dos lábios ascende pode ter se tornado o melhor 'pagamento' de um dia.

Manter um breve sinal de sorriso na face pode liberar endorfina. A 
endorfina acompanha sensações de alívio e de bem estar... tem efeito sobre o envelhecimento, facilita a memória, desobstrui as lesões dos 
vasos sanguíneos, aumenta a resistência, remove o mau humor entre outras 'coisas' que tem a ver com a construção da auto-estima.

No falso pinheiro
luzes fixas em um tronco
faltam vaga-lumes?


Quero que me desejem Boas Festas não importa que parte da minha 
família (de coração) tenham ascendência judaica, não precisei ler o Diário 
de Anne Frank para descobrir que os judeus não tinham direito a 
frequentar piscinas, centros esportivos, quadras de tênis... Judeus eram proibidos de andar de automóveis e de bondes, suas bicicletas tinham 
que ser entregues... após as oito horas tinham que se recolher pois 
poderia ser perigoso na época da guerra... podiam fazer compras em horários estipulados apenas em casas consideradas israelitas, não 
podiam ir a cinemas, teatros e lugares de diversões, não podiam visitar 
os 'cristãos'... (conheço bem este discurso) Ich will nicht diese Rede, mehr (1)!

Chega de ouvir e (re)viver proibições: 
É tempo de expandir as raízes, para novos campos!
Há beleza ao redor somente não a notará quem se encontrar indisposto para vê-la.

O ser humano, em meio ao: "quanto mais tem mais quer''...muitas vezes não quer se adaptar por insistir na infantilidade: o que aparentemente é bom nem todo mundo há de querer.

Nota do alemão (1): Eu não quero mais este discurso.

São Paulo, 10.XII.06
Foto angelbarbosaalib - SP


"Não limite a sua criança ao aprendizado 
que você teve, 
já que ela nasceu em outra época."
(Provérbio judaico)

Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 10/12/2006
Alterado em 13/12/2006


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras