Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


Frigidus

O silêncio que cerra portas da Literatura
é Fúnebre
Luz que apaga para sempre uma das salas
funestos não são os dias de férias
nem tão pouco a frieza da lâmina da foice dói tanto...
ao arrastar ou arrancar os dedos de um poeta
na terra
a falta de compreensão da Poesia é Fétida
presenças taciturnas tolhem a Liberdade de Expressão
tem linguagem antiquada
hálito gélido mais do que Cadavérico.

Carcaças secam e definham em carne viva
aos olhos reis & rainhas: “faxineiros da Natureza”
os maiores donos do ar do mau gosto... acentuado!

Rosangela_Aliberti
São Paulo, 28.VI.07
Foto de origem desconhecida

Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 28/06/2007
Alterado em 01/07/2007


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras