Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


CONTO ZEN

O jardim de monastério aparentemente mantinha uma impressão impecável; um monge pass(e)ava entre os canteiros das flores perfumadas que havia plantado, teve seu braço puxado por um visitante que lhe disse: - Hei você! Suponho que seja o responsável pela manutenção do local, retire já aquela erva que nasceu de um dia para o outro pois esta está destoando daqui.

O pequeno monge desviou sua atenção para uma pedrinha entre a pele e o couro de um de seus chinelos dedo: “Por que será que uma erva daninha ao ser adicionada a paisagem incomodou tanto?! As coisas na Natureza mudam sempre automaticamente ao nosso bel prazer?“

Com tranquilidade retrucou ao visitante: - Você que discute sempre com as criações da Natureza... será que talvez não se faça necessário arrancar primeiro as ervas daninhas em seu interior?

O caminho da estabilização não contem apenas aquelas flores. Em seguida retirou a pedra no sapato abriu um largo sorriso completando - tenha um bom dia, lhe sou grato pela sua visita, porém no momento tenho que regar outras flores...

Moral da história: A Natureza nos proporciona visões para tudo... para que haja crescimento é imprescindível procurar o valor até nas intempéries na vida.

rosangela aliberti
Atibaia, abr/2013

art by Christian Schloe
Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 10/07/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras