Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


[Tirando poeira do bolso]

No corpo humano
movimentos de polias
enferrujam ou 
desenferrujam?!

O pensamento lima
a ira no freio da razão
se na mira...
há, o que desarme
a máquina
o tiro certo... está 
no bico 
dos bem-te-vis

Carne ossos 
considerações
reflexos das almas 
nós... nos ...espelhos

Uns sempre trarão
poesia demais
(dentro de si)
versus - os que tem
de menos...
mais alguns, os pés de 
fingimentos

Entre o intacto e
o quebrado... tem
cinza e o r/emendado...

À quem tenha
no meio disto tudo
um “feeling” dos
mais saudáveís

Sem se prender
as ladainhas:
seu eu... é Céu
brilhante
em dias chuvosos

Resignação dói?
Lágrimas, seiva
a brotar, poeira:
verde-varanda
laranja-amanhecer
ES-PE-RAN-ÇA.

rosangela_aliberti
Atibaia, fev/2013


(foto: web)
Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 21/02/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras