Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


Deserdados de Bacco

Já usou máscaras 
no auge da nostalgia
vestida de banzo
chorou confetes e abstraiu 
nos laços das serpentinas 
já disse adeus à diversas
épocas & fantasias...

Ontem não passou 
de fantasma se arrastando 
nas correntes carnavalescas
onde tudo cessa
no ruído final dos batuques.

No portal aberto da 
Arte das passarelas 
despertas,
o mais puro arrastão 
dos semi-deuses
nas tragicômicas
procissões... alegóricas.

rosangela aliberti
Atibaia, fev/2013


foto:web
Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 21/02/2018
Alterado em 21/02/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras