Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Áudios

A mãe e o caranguejinho dando voltas na Fábula...
Data: 19/10/2006
Créditos:
na voz da autora.


A mãe e o caranguejinho dando voltas na Fábula...

palavras em um dos momentos beirando a morte
sinto o cheiro de uma maresia estranha a beira mar
a mãe e o caranguejinho estão correndo na praia...

recém-saído das folhas de papel de Esopo
...um vento estranho beija a terra
brincadeiras de esconde-esconde
caem as togas dos falsos juízes
na ampulheta do tempo
- Não, não corra de lado
um dois um dois
ande prá frente...
- - - - - - - - - - - -
um dois um dois?
- Para a frente...?
o correto é andar como se pode
a Natureza escreve por linhas tortas
(brincadeiras de esconde-esconde?)
a felicidade mora com atitudes equilibradas
nesta ampulheta do tempo só vale o Exemplo
palavras em um novo instante alimentando a vida
sinto o outro lado do peso do raciocínio na beira do mar

São Paulo, 12.X.05
Fotografia: Peter Kunter





Enviado por Rosangela Aliberti em 12/10/2005



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras