Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Áudios

100 PAPAS NA LÍNGUA
Data: 23/10/2006
Créditos:
na voz da autora


100 PAPAS NA LÍNGUA

Não nasci para ser modelo
não force a ´barra´ ok?
por mais que leia
tua poesia não ´dá liga´
(nem com cinta-liga)
quanto mais cola tenaz
as meias escorregam
tris
te
za
qual mulher não tem um quê
de felina...?
sendo Mulher
corro contra o tempo
alcanço 110 km/h sem ser chita
não critique meus passos
não tenho pescoço de bailarina
nem olhos esbugalhados de avestruz
não me impeça de ´sambar´ na avenida
todas às vezes que dá na telha
não tenho o ´samba´ nos pés?
dançarei frevo, com tarantela:
- AXÉ!

Não nasci para ser modelo
meu corpo nunca será delineado
por artistas plásticos
dos cirurgiões presto atenção
nos aventais
meu visual é simples, clean
não nasci para ser atriz
cuidado com a cara-pálida
adoro incensos e mandalas
sou movida pela água-terra-fogo-ar
sorrio à toa
(esqueci a madeira e o metal?)
desconcerto as lágrimas
meu humor é instável por defesa
bélico somente se necessário
levo todos os casos a sério
não durmo com desaforos
politicamente concretos
vivo 100 papas na língua
(não) sou rústica,
não meço forças
para manter as pazes com o céu
Não me julgue
sem ter bola de cristal
o globo dá mil voltas
sei que nossos caminhos dia menos dia
irão se cruzar
não sou fantoche
sou só
meia-
-porção
boneca de pano
pedra, bronze e mais de meia-dúzia de gritos
não admito falsos adjetivos
me aceite como SOU
da mesma forma que te aceito
como você É...


Guarujá, 07.II.05

Escultura: Clara de Lamater
"Hommage à Camille Claudel" 

"Não seja coerente, 
seja simplesmente verdadeiro".
(Oliver W. Holmes)
Enviado por Rosangela Aliberti em 07/02/2005



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras