Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Áudios

Era uma vez um gatinho, 'muchachas' e 'muchachos'
Data: 05/10/2006
Créditos:
na voz da autora


"Foi escrito no final de um dia pesado"

Era uma vez um gatinho, 'muchachas' e 'muchachos'...

...Girou 360 graus numa 'explosón'
encontrando a oitava vida
no leito com a 'muerte'

Maria gritou: - 'Arriba, arriba!'
gato 'pequeño' preguiçoso
Chico não levantou
estava todo arrebentado
despencou da carroceria do caminhão
dos vendedores de 'frijoles verdes' e 'papas' na feira
(Pobre gato! Chamado Chiquitito)
faleceu no Posto que vende 'bencina'
bem no dia do seu aniversário.

Tsc, tsc, non deu tempo...
nem para lhe dar um ossinho de presente
e lhe desejar: Feliz 'Cumpleaños'!

Moral da história:
'Aprende a morir y aprenderás a vivir...' 

São Paulo, não me 
recordo bem a data
Arte de origem desconhecida
Enviado por Rosangela Aliberti em 05/10/2006



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras