Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Meu Diário
11/08/2012 00h53
Coletânea para o DIA DOS PAIS

 

Meu pai quando eu tinha... 
[Ann Landers]
 
4 anos: Meu pai pode fazer tudo. 
5 anos: Meu pai sabe muitas coisas. 
6 anos: Meu pai é mais esperto do que o seu pai. 8 anos: Meu pai não sabe exatamente tudo. 
10 anos: No tempo antigo, quando o meu pai foi criado, as coisas eram muito diferentes. 
12 anos: Ah, é claro que o papai não sabe nada sobre isso. É muito velho para se lembrar da sua infância. 
14 anos: Não ligue para o que meu pai diz. Ele é tão antiquado! 
21 anos: Ele? Meu Deus, ele está totalmente desatualizado! 
25 anos: Meu pai entende um pouco disso, mas pudera! É tão velho! 
30 anos: Talvez devêssemos pedir a opinião do papai. Afinal de contas, ele tem muita experiência. 
35 anos: Não vou fazer coisa alguma antes de falar com o papai. 
40 anos: Eu me pergunto como o papai teria lidado com isso. Ele tem tanto bom senso, e tanta experiência! 
50 anos: Eu daria tudo para que o papai estivesse aqui agora e eu pudesse falar com ele sobre isso. É uma pena que eu não tivesse percebido o quanto era inteligente. Teria aprendido muito com ele.
 
 
 
 
Pai herói
(Desconheço o autor)
 
Você era tão alto, tão forte,tão sábio... Era você quem consertava as coisas quebradas, quem supria todas as necessidades, quem dava as recompensas. Você era a fonte de todas as melhores histórias, o que cantava as canções, o que inventava os jogos. Você tinha na cabeça todos os fatos e todos os números, conhecia todas as regras, todas as leis. Era você que distribuía justiça,que ensinava técnicas.Você explicava o ciclo de vida do mosquito, como funcionava a máquina de costura e as órbitas dos planetas com a mesma clareza e competência. Você cultivava repolhos que pareciam borboletas.Você nos mostrou como trabalhar com madeira, como fazer um suflê, ou costurar um botão,ou enxertar uma rosa. Nos ensinou a olhar e a prestar atenção, a pensar, a questionar ,a explorar. E então, como mágica, você se transformou, bem na nossa frente, num homem de estatura comum - um homem que levava o cachorro para passear antes do café da manhã e tirava uma soneca depois do almoço de domingo. Você se transformou num homem até mais baixo que os nossos amigos. Gentil, educado, paciente - mas, do nosso ponto de vista um pouco antiquado. Pois nós havíamos crescido e descoberto para nós novos heróis ,ou melhor, meio-crescido. O tempo passou, e ficamos mais sensatos. E vimos, por fim, que você era realmente o SUPER-HOMEM, e que, uma vez feito seu trabalho em nosso benefício,preferiu retomar seu suave disfarce.
 
*
 
Felicidades, meu querido Pai! 
 
Contigo aprendi a crer no amanhã,
a ter esperança,
cultivar sonhos e praticar o bem ...
Aprendi que há o momento certo para
se dizer um "sim"
e para se dizer um "não".
Aprendi a discernir, a
compreender a noção
de liberdade, consciente e responsável.
Contigo aprendi o significado
do amor em essência.
Felicidades, meu querido Pai!!
 
(Autor Desconhecido)
 
 
*
 
 
Feliz o Dia Dos Pais
Não há uma expressão exata, Para definir o que quero e preciso dizer... Mas quem sabe agora consigo expôr em palavras, O que estou tentanto em pensamentos. Posso chamá-lo perfeitamente de amigo, Pois cuida de mim a muitos e muitos anos, E nunca reclamou disso, Até curtia todos os momentos aventureiros que juntos tivemos. Saiba que é maravilhoso ter alguém como você, Cuidando e amando... Saber que tem alguém que reza pelo simples fato de estar tudo bem. Alguém que se preocupa, que vela por meu sono. Você tem as melhores qualidades de um pai, Não digo isso porque é o meu pai, Mas porque eu sei como é ter alguém especial do meu lado. PAI EU TE AMO MUITO, FELIZ DIA DOS PAIS!!!
 
 
*
 
 
Você é capaz de colorir o azul do céu
com todas as cores do arco-íris,
porque é um vencedor.
Não importa os obstáculos, as tempestades, os dias
nublados, porque você esta sempre de pé
direcionando os seus objetivos, planos e sonhos,
para um lugar de vitórias.
Energia é sua palavra mágica, sabedoria também.
Ela faz definir os seus caminhos,
suavizando seus passos
abrindo seus horizontes e trazendo o
dourado do Sol a sua vida.
Você é sensacional, guerreiro,
vitorioso consegue traçar suas metas, e
concretizar suas tarefas da melhor maneira.
Siga sempre em frente, sem mito, sem meta, sem medo,
porque você é e será capaz.
Parabéns pelo dia dos pais, te amo muito.
Você é o mais maravilhoso de todos os Pais.
 
Feliz Dia dos Pais!
 
*
 
Para todos os pais 
 
 
1-Não dês tudo o que peço. Às vezes meus pedidos querem apenas ser um teste,para ver quanto posso pedir.
 
2-Não grites comigo. Eu te respeito menos,quando o fazes. E me ensinas a gritar também, e eu não queria fazer isto.
 
3-Não me dê ordens a todo momento. Se em vez de mandar, algumas vezes externasses teus desejos sob forma de pedidos, eu o faria mais rapidamente e com mais gosto.
 
4-Cumpre as promessas que fazes, boas ou más. Se me prometes um prêmio, deve concedê-lo; assim como um castigo.
 
5-Não me compares a ninguém, especialmente com meus irmãos. Se me colocares acima deles, alguem vai sofrer. Se me colocares abaixo, eu e que sofro.
 
6-Não mudes de opinião a cada momento sobre o que devo fazer. Pensa antes, mantendo a decisão.
 
7-Deixa que eu faça, acertando ou errando. Se fazes tudo por mim, serei um eterno dependente.
 
8-Nunca pregues uma mentira, nem peças que eu faça. Isto criará em mim um mal- estar e me fara perder a confiança em tudo o que afirmas.
 
9-Quando te enganas em alguma coisa,admite-o francamente. Isto não te diminuira a meus olhos, pelo contrario, te fará crescer e eu aprenderei a assumir minhas faltas.
 
10-Quando te dês conta de um problema meu, não digas que e bobagem, e que o tempo corrige ou que não tens tempo. Eu preciso se compreendido e ajudado.
 
11-Trata-me com amizade e a mesma cordialidade com que tratas teus amigos. Pelo fato de pertencermos a mesma familia, não significa que não possamos ser amigos também.
 
12-Nunca me ordenes fazer uma coisa quando tu mesmo não a fazes. Eu aprendi a fazer sempre e apenas aquilo que tu fazes e não aquilo que tu dizes.
 
13-Ensina-me a amar e conhecer a Deus. Tudo que me ensinarem a respeito de Deus, nunca entrara no meu coração e em minha cabeça, se tu não conheces, nem amas a Deus.
 
 
(Autor Desconhecido)
 
 
*
 
Simplesmente Pai 
 
Ser pai é acima de tudo,
não esperar recompensas.
Mas ficar feliz caso e quando cheguem.
É saber fazer o necessário por cima e por dentro da incompreensão.
É aprender a tolerância com os demais e exercitar a dura intolerância (mas compreensão) com os próprios erros.
Ser pai é aprender errando, a hora de falar e de calar.
É contentar-se em ser reserva, coadjuvante, deixado para depois.
Mas jamais falar no momento preciso.
É ter a coragem de ir adiante,
tanto para a vida quanto para a morte.
É viver as fraquezas que depois corrigirá no filho,
fazendo-se forte em nome dele e de tudo o que terá de viver para compreender e enfrentar.
Ser pai é aprender a ser contestado mesmo quando no auge da lucidez.
É esperar.
É saber que experiência só adianta para quem a tem, e só se tem vivendo.
Portanto, é agüentar a dor de ver os filhos passarem pelos sofrimentos necessários, buscando protegê-los sem que percebam, para que consigam descobrir os próprios caminhos.
Ser pai é saber e calar.
Fazer e guardar.
Dizer e não insistir.
Falar e dizer.
Dosar e controlar-se.
Dirigir sem demonstrar.
É ver dor, sofrimento, vício, queda e tocaia, jamais transferindo aos filhos o que, a alma, lhe corrói.
Ser pai é ser bom sem ser fraco.
É jamais transferir aos filhos a quota de sua imperfeição, o seu lado fraco, desvalido e órfão.
Ser pai é aprender a ser ultrapassado, mesmo lutando para se renovar.
É compreender sem demonstrar, e esperar o tempo de colher, ainda que não seja em vida.
Ser pai é aprender a sufocar a necessidade de afago e compreensão.
Mas ir às lágrimas quando chegam.
Ser pai é saber ir-se apagando à medida em que mais nítido se faz na personalidade do filho, sempre como influência, jamais como imposição.
É saber ser herói na infância, exemplo na juventude e amizade na idade adulta do filho.
É saber brincar e zangar-se.
É formar sem modelar, ajudar sem cobrar, ensinar sem o demonstrar, sofrer sem contagiar, amar sem receber.
Ser pai é saber receber raiva, incompreensão, antagonismo, atraso mental, inveja, projeção de sentimentos negativos, ódios passageiros, revolta, desilusão e a tudo responder com capacidade de prosseguir sem ofender; de insistir sem mediação, certeza, porto, balanço, arrimo, ponte, mão que abre a gaiola, amor que não prende, fundamento, enigma, pacificação.
Ser pai é atingir o máximo de angústia no máximo de silêncio.
O máximo de convivência no máximo de solidão.
É, enfim, colher a vitória exatamente quando percebe que o filho a quem ajudou a crescer já, dele, não necessita para viver.
É quem se anula na obra que realizou e sorri, sereno, por tudo haver feito para deixar de ser importante.
 
*
 
 
Gratidão à um pai desencarnado
Isabel Fatima Misson Landim
 
 
Pai!
 
VOCÊ NASCEU e do seu nascimento fez surgir o amor. Amor este que foi dedicado a ti por seus pais, irmãos e por quem o conheceu , e em conseqüência deste amor recebido, também aprendeste a amar.
 
Você cresceu e colocou em prática este amor recebido, dividindo-o com todos que o amaram.
 
Mas você se sentia só em meio a tanto amor e sentiu necessidade de um amor só seu, um amor onde pudesse ver frutificado e expandido tanto amor.
 
Foi ai que você encontrou a sua outra metade que o completou VOCÊ  SE CASOU
 
Parecia até que o amor  havia se estabilizado pois era recíproco você amava e era amado; mas ainda lhe faltava algo, pois o amor ainda era muito grande e precisava ser compartilhado; foi ai que você o dividiu em partes iguais, e separou cada parte a quem o competia
 
Mas ainda sobraram muitas partes e foi ai que os filhos nasceram e cada um pegou a sua parte.
 
Mas , o amor ainda era grande e não sabias o que fazer e nem conseguias entender  como algo que tanto se divide cresce cada vez mais.
 
PAI. Todo amor doado por ti ,a ti retornava  em dobro na gratidão dos filhos, netos, esposa  sobrinhos, irmãos, amigos, genros e noras.
 
PAI AMOR NÃO SE DIVIDE AMOR SE AMPLIA NA MEDIDA QUE AMAMOS, E O SENHOR MUITO AMOU E MUITO FOI AMADO
 
Pai sua missão terminou  pelo menos aqui na terra  mas ela ainda continua no plano Espiritual, e todo amor que lhe sobrou o senhor ainda continuara doando não só aos seus entes queridos, mas principalmente a quem ai o senhor encontrar que nunca teve amor ou não tenha aprendido a amar.
 
Pai o amor que aqui na terra semeaste , frutificou e agora retorna a ti em forma de lágrimas de gratidão por tanto amor recebido e que tão bem nos fez.
 
Sim pai. Foi seu amor que nos ensinou que é amando que  somos amado.
 
Pai, cada lágrima que brota em nossos olhos, não são de tristeza, são gotas de amor, gotas estas que irão irrigar o solo por onde pisares neste seu novo caminho e cada lágrima caída será uma flor que enfeitará seus novos passos e a cada flor que tocares  estarás tocando uma flor que aqui deixas-te e ao tocá-las  farás com que possamos sentir o seu perfume. Sim pai o perfume do jardineiro do amor que soube fazer a semente germinar, crescer e se tornar flores do bem, bem esse que lhe repassamos neste momento em vibrações  perfumadas de amor.
 
Pai , se ao longo de sua caminhada alguma flor murchar colha nossas lágrimas e use-as como adubo para que renasça e Ela renascerá, assim como o amor renascerá das cinzas que seu corpo se tornará para que um dia seu Espírito renasça assim como a flor que murchou e voltou à vida por Ter sido regada com lágrimas  de amor e gratidão.
 
Descanse em paz PAI pois sua missão foi cumprida e prova disto será sua lembrança sempre viva em nosso pensamento e em nossos corações.
 
 
*
 
 
Amor de Pai 
 
"Existe algo ilimitado no amor de um pai,
algo que não pode falhar,
algo no qual acreditar
mesmo que seja contra o mundo inteiro.
Nos dias da nossa infância,
gostamos de pensar
que nosso pai tudo pode;
mais tarde,
acreditaremos que seu amor
pode compreender tudo."
 
(Frederick Faber)
 
 
*
 
Sugestão* ...aos pais que perderam um filhoFORÇA. Não desperdicemos um "conte comigo" apesar de não poder/mos sentir a sua dor, gostaría/mos  que soubesse que você não está sozinho; esper(amos) que possamos lhe ajudar, com um abraço carinhoso e silencioso. http://www.vidaurgente.com.br/grupoapoio_oquedizer.asp?area=3
 
..........................
 
Roberto Shinyashiki - (PALESTRA COMPLETA)
 
 
(foto: origem desconhecida)

Publicado por Rosangela Aliberti em 11/08/2012 às 00h53
 
03/08/2012 12h00
O fato e as versões - Luis Fernando Verissimo

Atirei um pau no gato-to. Não me pergunte por que. O gato estava ali e de repente eu quis matá-lo. Não sou um homem violento, mas naquele instante me transfigurei. A gente não se conhece, não é mesmo? Somos o nosso maior mistério. Aquele gato não significava nada para mim. Verdade que não era um gato comum. Era um gato-to. Mas mesmo assim. Quando vi estava com o pau na mão fazendo mira. O gato-to me olhou, viu que eu ia fazer e quis fugir. Mas fui mais rápido. Atirei o pau no gato-to. E acertei. Fiquei satisfeito-to. Era toda a agressividade retida dentro de mim, as frustrações da vida moderna, sei lá. Ou quem sabe a minha implicância com gatos que naquele momento explodia numa ação irracional. Eu queira matá-lo. Sim, matá-lo.

Mas o gato-to não morreu-rreu-rreu. Se atirar um pau naquele gato e matá-lo fosse me libertar, eu continuava prisioneiro das minhas frustrações. Nem matar um gato-to eu conseguia.Notei que todos em volta me olhavam de uma maneira estranha. Alguns com reprovação, outros com incompreensão. O que é que eu tinha contra aquele pobre gato-to?
Senti que precisava me justificar. Armava-se naquela praça um movimento surdo de solidariedade ao gato-to. O gato-to talvez pertencesse a alguém. A uma das crianças.
O pai da criança viria me pedir satisfações. Eu não tinha mais o que fazer além de ficar atirando paus nos gatos-tos dos outros?

- Desculpe, eu não sabia que o gato-to tinha dono.

- É do meu garot-to.

- Está bem, desculpe-pe. Olhe aí, ele não morreu-rreu-rreu.

- A questão não é esta-ta. É que o gato-to é propriedade privada. O senhor gostaria que eu andasse atirando paus no que é seu?

- Eu já pedi desculpa.

- Desculpas nada, vou chamar um guarda.

Poderia complicar. Me vi sendo corrido da praça por bebês e babás indignados.

- É ele! É ele! Tarado-do!
Como me justificar? Dizer que eu não estava mirando o gato, estava mirando uma criança?
As pessoas ficam mais indignadas com a violência contra animais do que contra crianças, que todas praticam. Acertei o gato-to por engano, foi isso. Não tinha intenção. Queria acertar aquele chato de cabelo encaracolado. Olhei em volta, tentando encontrar uma cara compreensiva. Avistei Dona Chica, a do 712. Pelo menos era uma vizinha, nos cumprimentávamos no elevador, ela me ouviria. Dona Chica tinha presenciado tudo.

Dona Chica-ca admirou-se-se com o berrô, com o berrô que o gato deu. Me disse que nunca tinha ouvido coisa parecida. Se fosse um berro. Mas não, tinha sido um berrô. De repente tive uma revelação. Ali estava a resposta. Sim, por isto tinha levantado a mão contra um  semelhante e tentado matá-lo. Está bem, um gato-to não era meu semelhante, mas era outro ser vivo. E eu, um partidário da não-violência, atirara um pau no gato-to. Por quê?
Porque desde pequeno aquela pergunta me atormentava: por que berrô e não berro?
Eu nunca encontrara berrô em nenhum dicionário. Nada o justificava. E no entanto, geração após geração aprendia a mesma coisa, inocentemente. O berrô, o berrô que o gato deu.
 E naquele dia, naquela praça, eu subitamente vira a minha oportunidade de pôr tudo à prova.
Avistara um gato-to, pegara um pau e atirara o pau no gato-to.
Naquele instante perdia minha inocência.

Abandonava a teoria e passava a praticar a vida. Dona Chica-ca assegurou-me-me que o gato realmente dera um berrô. Eu estava contente. Não praticara um ato de selvageria mas de rigorosa pesquisa científica. Pelo menos era isso que diria se alguém chamasse um guarda.
Mas as crianças logo se desinteressaram de mim, as babás viraram a cara e o próprio gato-to, que fugira para um matagal depois do berrô, voltou sem me olhar e, aparentemente, sem ressentimentos. Quando subíamos no elevador Dona Chica-ca convidou-me-me a tomar qualquer coisa no seu apartamento-to e eu fui, que também não sou de ferro. Ou de ferrô.

Demorara um pouco mas a minha infância tinha acabado-do.

Luis Fernando Verissimo, in: PAI NÃO ENTENDE NADA, L&PM Editores, p. 19-21

*

(foto recolhida da net - REPASSE COM PESQUISA, consulte a lista de TEXTOS FALSOS DE LUIS FERNANDO VERISSIMO, neste espaço)

 


Publicado por Rosangela Aliberti em 03/08/2012 às 12h00
 
18/07/2012 02h18
<º))))><.·´¯`·. Para refletir .·´¯`·.¸><((((º>

Se um dia alguém fizer com que se quebre a visão bonita que você tem de si, com muita paciência e amor reconstrua-a. Assim como o artesão recupera a sua peça mais valiosa que caiu no chão, sem duvidar de que aquela é a tarefa mais importante, você é a sua criação mais valiosa. Não olhe para trás. Não olhe para os lados. Olhe somente para dentro, para bem dentro de você e faça dali o seu lugar de descanso, conforto e recomposição. Crie este universo agradável para si. O mundo agradecerá o seu trabalho. [Brahma Kumaris]


Publicado por Rosangela Aliberti em 18/07/2012 às 02h18
 
29/06/2012 23h44
INGREDIENTES DE ÊXITO - André Luiz/Chico Xavier

O êxito espera por você, tanto quanto vem exaltando quantos lhe alcançaram as diretrizes...

Largue qualquer sombra do passado ao chão do tempo, qual a árvore que lança de si as folhas mortas...

Não se detenha, diante da oportunidade de servir!

Mobilize o pensamento para criar vida nova.

Melhore os próprios conhecimentos, estudando sempre.

Saliente qualidades e esqueça defeitos.

Desenvolva seus recursos de simpatia e evite qualquer impulso de agressão.

Se você pode ajudar, em auxílio de alguém, faça isso agora!

Enriqueça seu vocabulário com boas palavras.

Aprendendo a escutar, você saberá compreender.

A melhor maneira de extinguir o mal será substituí-lo com o bem.

Destaque os outros e os outros destacarão você.

Viva o presente, agindo e servindo com fé e alegria sem afligir-se pelo o futuro, porque, para viver amanhã, você precisará viver hoje...

Habitue-se a sorrir.

Recorde que desalento nunca auxiliou a ninguém.

Não permita que a dificuldade lhe abra porta ao desânimo porque a dificuldade é o meio que a vida se vale para melhorar-nos em habilitação e resistência.

Ampare-se, amparando os outros.

Censura é uma fórmula das mais eficientes para complicar-se.

Abençoe a vida e todos os recursos da vida onde você estiver...

Nunca desconsidere o valor da sua dose de solidão, a fim de aproveitá-la em meditação e reajuste das próprias forças.

Observe, todo o tempo é tempo de DEUS para restaurar e corrigir, começar e recomeçar!

ANDRÉ LUIZ/Chico Xavier
in: "Respostas da Vida"

Foto recolhida da net


Publicado por Rosangela Aliberti em 29/06/2012 às 23h44
 
29/06/2012 22h16
Entrevista Apócrifa CORA CORALINA <º))))>< Para refletir .·´¯`·.¸><((((º>

"As pessoas não são medíocres desde o seu nascimento, mas tornam-se assim através de suas ações. (...) As pessoas não são nobres desde o nascimento, mas se enobrecem através de suas ações. Se existe alguma diferença entre as pessoas, então essa diferença está somente nas suas realizações." [Daisaku Ikeda]

*

TEXTO APÓCRIFO
Um repórter perguntou à Cora Coralina: - O que é viver bem?

“Eu não tenho medo dos anos e não penso em velhice.

E digo prá você: não pense.

Nunca diga estou envelhecendo ou estou ficando velha.

Eu não digo.

Eu não digo que estou ouvindo pouco.

É claro que quando preciso de ajuda, eu digo que preciso.

Procuro sempre ler e estar atualizada com os fatos e isso me ajuda a vencer as dificuldades da vida.

O melhor roteiro é ler e praticar o que lê.

O bom é produzir sempre e não dormir de dia.

Também não diga prá você que está ficando esquecida, porque assim você fica mais.

Nunca digo que estou doente, digo sempre: estou ótima.

Eu não digo nunca que estou cansada.

Nada de palavra negativa.

Quanto mais você diz estar ficando cansada e esquecida, mais esquecida fica.

Você vai se convencendo daquilo e convence os outros.

Então silêncio!

Sei que tenho muitos anos.

Sei que venho do século passado, e que trago comigo todas as idades, mas não sei se sou velha não.

Você acha que eu sou?

Tenho consciência de ser autêntica e procuro superar todos os dias minha própria personalidade,

despedaçando dentro de mim tudo que é velho e morto,

pois lutar é a palavra vibrante que levanta os fracos e determina os fortes.

O importante é semear, produzir milhões de sorrisos de solidariedade e amizade.

Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça.

Digo o que penso, com esperança.

Penso no que faço com fé.

Faço o que devo fazer, com amor.

Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende.” [Em busca da autoria], consulte wikiquote: Cora Coralina

*

Milton Nascimento - Bola de Meia, Bola de Gude
http://www.youtube.com/watch?v=vG1QVZDuP1o

Foto: recolhida da net

 


Publicado por Rosangela Aliberti em 29/06/2012 às 22h16



Página 31 de 784 « 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 » «anterior próxima»

Site do Escritor criado por Recanto das Letras