Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Meu Diário
21/11/2012 00h36
Esplendor - Antônio Adriano Medeiros (In memoriam)

(In memoriam)

A Rosa de Sarom
abre as pétalas - o esplendor
são chamas de fogo

Letras reverberam a luz
da epiderme de Deus.

[Antônio Adriano de Medeiros,
psiquiatra e poeta
21.fev.1962 - 19.nov.2012]


Publicado por Rosangela Aliberti em 21/11/2012 às 00h36
 
12/11/2012 03h35
Prece - Tagore

 

Senhor!

Quando o meu coração estiver em secura e aridez, derrama sobre ele a chuva de tuas graças e consolos.

Quando a graça se me for da vida, queima-me a alma com o fogo da inspiração.

Quando tumultuosos trabalhos me surpreenderem de todos os lados, para me absorver, acode-me, Senhor, com tua dulcíssima paz e descanso.

Quando meu coração estiver triste e abatido, aberto à dor, assim como um mendigo que se senta a um canto, vem a ele, ó meu Senhor, com toda a tua majestade e aparato real.

Quando os desejos cobrirem minha mente de ilusão e pó, ó Tu, Amor santíssimo, ilumina-a com tua paz e desperta-a com o fragor dos teus trovões. [Tagore]


Publicado por Rosangela Aliberti em 12/11/2012 às 03h35
 
11/11/2012 13h41
Frase: LUZES

‎"Muitas são as verdades, mas, só uma brilha na escuridão. Apague as luzes para vê-la." [Jurandir Argôlo]

 

October Project - October Project - Always

Foto recolhida da net

 


Publicado por Rosangela Aliberti em 11/11/2012 às 13h41
 
11/11/2012 13h24
Meio-Bem por Emmanuel/psicograf. Chico Xavier

 

Meio-Bem
 
“E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, poucos há que a encontrem.” – Jesus (Mateus, 7: 14)
 
Frequentemente, somos defrontados por aqueles que admiramos amor aos semelhantes e que,  sem coragem para cortar as raízes do apego a si próprios, se afeiçoam às atividades do meio-bem,continuando envolvidos no movimento do mal.
 
Emprestam valioso concurso a quem administra, mas requisitam favores e privilégios, suscitando dificuldades.
 
Financiam tarefas beneficentes, distendendo reais beneficentes, no entanto cobram tributos de gratidão, multiplicando problemas.
 
Entram em lares sofredores, fazendo-se necessários pelo carinho que demonstram, mas solicitam concessões que ferem, quais rijos golpes.
 
Oferecem cooperação preciosa, em socorrendo as aflições alheias, no entanto exigem atenções especiais, criando constrangimentos.
 
Alimentam necessitados e põem-lhes cargas nos ombros. Acolhem crianças menos felizes, reservando-lhes o jugo da servidão no abrigo familiar.
 
Elogiam companheiros para que esses mesmos companheiros lhes erijam um trono.
 
Protegem amigos, diligenciando convertê-los em joguetes e escravos.
 
Não desconhecemos que todo cultivador espera resultados da lavoura a que se dedica e nem ignoramos que semear e colher conforme a plantação,
constituem operações matemáticas no mecanismo da Lei. 
 
Examinamos aqui tão somente a estranha atitude daqueles que não negam a eficácia da abnegação, entregando-se, porém, ao desvairado egoísmo de quem costuma distribuir cnco moedas, no auxílio aos outros, com a intenção de obter cinco mil.
 
Efetivamente, o mínimo bem vale por luz divina, mas se levado a efeito sem propósitos secundários, como no caso da humilde viúva do Evangelho
que se destacou, nos ensinamentos do Cristo por haver cedido de si mesma a singela importância de dois vinténs sem qualquer condição.
 
Precatemo-nos desse modo, contra o sistema do meio-bem, por onde o mal se insinua, envenenando a fonte das boas obras.
 
Estrada construída pela metade patrocina acidentes. Víboras penetram em casa, varando brechas. 
 
O bem pede doação total para que se realize no mundo o bem de todos. É por isso que a Doutrina Espírita nos esclarece que o bem deve ser praticado com absoluto desinteresse e infatigável devotamento, sem que nos seja licito, em se tratando de nossa pessoa,reclamar bem algum.
 
(Francisco Cândido Xavier/pelo Espírito Emmanuel, no Livro da Esperança, 68)
 
 

Publicado por Rosangela Aliberti em 11/11/2012 às 13h24
 
06/09/2012 01h04
Por que repassar com PESQUISA

...a postagem a seguir não possui cunho de discurso de cunho demagógico, porém posso arriscar um talvez p/ que sirva quem sabe como uma espécie de INFORMATIVO p/ quem porventura passar os olhos por aqui:
 
desde 2005 algumas pessoas e eu estamos numa comunidade cujo nome é “Afinal, quem é o autor? (orkut)” c/ a preocupação em repassar corretamente textos literários são professores; jornalistas; tradutores; escritores profissionais/amadores e diversos simpatizantes da área da Literatura e das Artes. Revisamos textos, pps. jpgs. s/ fins lucrativos e atualizamos o wikiquote (infelizmente alguns conteúdos são "boicotados") c/ isto alguns de nós tem "blogado" a verdade no próprio "s(a)ite".

É bem certo, que tem parecido um trabalho de Sísifo, pois nem todos aceitam quando lhe são apontadas as correções, (seja em modo reservado/ nos fóruns/nos comentários de vídeo YouTube), no momento nosso valor tem sido considerado tal qual uma formiga frente a mídia que pouco tem se preocupado em verificar se os dados de autoria são realmente corretos, ocasionando confusão (e a maioria das pessoas acabam acreditando mais na voz dos artistas do que nas páginas dos livros).

Oxalá no futuro este trabalho possa trazer bons frutos!
Incentivar a pesquisa, alertar sobre plágios, divulgar trocas de autorias tem sido nosso objetivo, visto que os falsos repasses infelizmente estão alcançando saraus, cadeiras escolares, (e até alguns bibliotecários entre outros profissionais da área tem confiado mais na "net" e na TV de que nos próprios livros e tem se equivocado nos repasses) temos notado enganos: em convites de formatura, apresentação de teses de doutorado, camisetas de grife, cartões postais ilustrados e antologias
c/ crônicas c/ conteúdo intertextual, fora os conteúdos repassados diariamente via fóruns em s(a)ites de relacionamentos.
Se as pessoas que se dizem (tão) interessadas pela leitura, não começarem a se conscientizar aonde vai parar este "telefone sem fio" (via mídia)

Se os textos trocados fossem de parentes e/ou conhecidos, ou de si próprio... será que os repassadores gostariam de notar os nomes trocados ou tomariam mais cuidado com os créditos?! Por detrás de um texto "não está a energia" do criador? ...se por ex. (hoje) já tem texto de Rubem Alves (abaixo com dados corretos), sendo traduzido do portug. p/ o italiano com se fosse de Mario Quintana (JPG./imagem que vem sido divulgado incorretamente), em fórum lá na Itália?

Seria interessante se as pessoas se conscientizassem que quantidade não é sinônimo de qualidade, é bem melhor poucos compartilhamentos corretos do que inúmeros contendo erros (textos "enxertados"/ autorias trocadas, etc... por exemplo)

Repasse com pesquisa é buscar a fonte: livros/artigos/entrevistas verdadeiras/sites oficiais e evidenciar sobretudo conteúdo verídico.

"Divulgar é aprender"

 

*

 

(Arte final acima revisada, em virtude do engano da troca da autoria, vide:

Falsas Atribuições Cecilia Meireles http://pt.wikiquote.org/wiki/Cec%C3%ADlia_Meireles )

 

 

 


Publicado por Rosangela Aliberti em 06/09/2012 às 01h04



Página 30 de 784 « 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 » [«anterior] [próxima»]

Site do Escritor criado por Recanto das Letras