Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


Às vezes choro...

Às vezes choro...
(não querendo chorar)
choro por que um dia me disseram
que nunca encontraria alguém ´louco´
com excentricidade suficiente
para conviver comigo
(quem de nós às vezes não se sente
como um peixe fora d´água?)

às vezes choro, e nessas vezes
quando choro, não danço com lobos -
simplesmente faço parte da alcatéia...
sou um deles...
(PAUSA)
sou?!
meu choro se transforma
em um grito dos mais altos
capaz de jogar fora a capa no meio
do caminho para me transformar
no que Deus me puser pela frente:
onça, ovelha, serpente, pomba,
borboleta... gente, uma menina-
MULHER!

São Paulo, 02.09.04

...

DURA NA QUEDA

Um quadro antigo:
fruto de imatur(idade)
natureza morta
nesta altura do campeonato
(me recuso chorar)
Vibrar é falar com o Coração?
Se todos os dias,
me mostrarem, frentes de guerra
LO(u)CO(s)MOTIVO(s)... vibro PAZ!

São Paulo, 02.VI.05
Arte desconheço a fonte
Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 06/01/2005
Alterado em 25/05/2006


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras