Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


LUA EM ESCORPIÃO


Nos lábios do amor
- O fogo -
transita sob os nativos de escorpião

Há calor na facetas dos homens
E em toda femme fatale de Plutão

A palavra passional reajusta o poder do mistério
Meninos travessos...
Todo escorpiano é hipnótico
Todo escorpiano sabe bem quando deve blefar
atrás da frieza do olhar
Julgam-se invencíveis...
Irresistíveis e reservados
Ocultam um caldeirão de efervescências
chiam & borbulham continua_mente

Nos lábios do amor
- O fogo –
confundem-se três traços
Há paixão a razão e um (in)certo humor sádico
Cuidado para não provocar feridas
Em quem gosta de ser respeitado enquanto cidadão
Suas idéias são sólidas feito lâminas de aço
Sua inteligência é N-a-v-a-l-h-a
Sua emoção têm um quê ardente
Penetrante
Fruto de uma natureza afiada
profunda e inescrutável

Nos lábios do amor
- O fogo -
Qualquer escorpiano tendo o ciúme provocado
Inflama-se explodindo como as erupções do Vesúvio...

Aviso
Não brinquem com nenhum espelho destes...
Se não quiserem se queimar!
Aparelhos de raios X, comportam um sorriso trêmulo
uma voz angelical repleta de modos gentis
mas sabem muito bem quando se é 'para... botar prá rachar'! 


São Paulo, 22.III.06
Fotografia: Bia79

Midi: Lulu Santos
Certas Coisas
 

"E ninguém é eu, e ninguém é você. Esta é a solidão."
 (Clarice Lispector)



Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 22/03/2006
Alterado em 23/03/2006


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras