Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


O peso do fim de ano

“O amor nunca desanima, mas suporta tudo com fé, esperança e caridade” Paulo aos Coríntios.

As Boas Festas podem cair duras e adocicadas como as frutas cristalizadas nos panetones ou amarga como a raiz forte que faz brotar água nos olhos, nesta época do ano novos sentimentos se formam e... será que todos sabem bem a quanto andam?

Como se juntam as emoções num mesmo conjunto, em mesmo ponto de vista: “miseráveis” e “lojas repletas de luzes” ...num só pacote de presente?

Onde está a miséria? Está nos olhos dos que não olham para os todos os lados doze meses ao ano; a miséria está na avareza e na penúria, no sórdido e no vergonhoso estado de quem nota tudo com insignificância e críticas destrutivas. A miséria está na aspereza dos braços cruzados e no choque da indiferença.

O que é mais fácil projetar orgulho e egoísmo ou experimentar aliviar as nossas próprias chagas e as do próximo?!

A miséria não está apenas na boca dos canhões e nos fuzis, não está somente na mesa sem pão... está também nas metralhadoras de pensamentos onde correm palavras que semeiam as dores.  Está nos olhos dos torturados que reforçam frustrações e momentos tristes e transitórios. Todas as criaturas um dia poderão abrir os olhos tal qual fez Saulo de Tarso e passar de perseguidor para edificador sincero de nobres testemunhos abraçando ações que adubam a Terra reduzindo o pranto. Todas as criaturas na esfera buscam sendas da solidariedade e da compreensão tanto os crentes como os descrentes.

Como se derrota o que é sombrio?

Com a doçura. A doçura não vitimiza e se desliga da saudade que consagra a possessividade doentia, valorizando quem e o que está por perto... um brinde a palavra Renovação que não se esgota, que se encontra fora dos textos sagrados por “mais absurdos e ilusórios” que pareçam e ao fôlego novo dos que locomovem desejos de
PAZ na Terra aos homens de Boa Vontade.

A doçura está nas narrações que acalentam... bem como está na fabricação de sorrisos gratuitos, nos pequenos bilhetes e gestos de Luz, Caridade e Amor.

A todos: Boas Festas. 

Rosangela_Aliberti
São Paulo, 22.XII.08
(arte de origem desconhecida)


Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 22/12/2008
Alterado em 22/01/2009


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras