Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


[Velha fábula em tempos modernos] 
 
E por mais que dona Pavoa quisesse brilhar na clareira, sua entrada por lá nada tinha de triunfal... sem o sorriso real na ausência do leque não havia razão para se pavonear... e quanto ao seu par?! Talvez estivesse na hora de dar aquela “recuperada básica”, pois estava mais para rei sem coroa quaaase sem penas lutando para exibir a virilidade perante outras fêmeas; no solo, só se via a plumagem mais e mais caída que aos poucos seria substituída para um novo “rosetar”.
 
No final das contas, o fino da cafonália express furta-cor não contem o glamour dos vilões que esbanjam cobras e lagartos na língua, sem falar nas mudanças dos camaleões que também sabem como dar recados, nas trocas... de pele.
 
Rosangela_Aliberti
Atibaia, 20 de maio de 2010.
 
(foto de origem desconhecida)
 
 
Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 20/05/2010


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras