Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos



"A vida só pode ser compreendida  olhando-se para trás;
mas só pode ser vivida olhando-se para a frente."


*

VOCÊ SE AMA? - Gasparetto
http://mais.uol.com.br/view/5166386


*


NÃO FAÇA EXIGÊNCIAS À SUA CONSCIÊNCIA

Nada de mau ou ruim pode atingí-lo sem que para isso você consinta.

Se algo nos faz mal ao espírito e à conciência, regente dos nossos
atos, é porque deixamos a porta entreaberta, permitindo que algo
penetrasse e nos causasse o incômodo interior.

Não se culpe.

Assimile o golpe.

Não lamente os acontecimentos, podem ser bons no futuro.

Se tiver que rever suas normas de conduta, faça-as virem de dentro
e não de fora.

Não existem normas para a virtude.

Lembre-se de que nada pode ferí-lo sem o seu consentimento.

E se, mesmo assim, você ainda continuar triste, regozije-se.

Você tem boa consciência.

In: O Importante é ser Feliz
Legrand


*


Se chorar encontrarei forças para sorrir...

Não existe tristeza capaz de matar a esperança.


(Legrand)


*



Como se amar?
:: Osvaldo Shimoda ::

Se a fraqueza domina o espírito, uma saudade, um problema, um caminho aparentemente sem saída, vamos lembrar o milagre da vida, das oportunidades que estão por vir.
Vamos lembrar que, para tudo, existe uma solução mesmo que não tenha solução.

Que o desespero enfraquece a razão e cega o espírito.

É momento de abrir as janelas da mente e fitar o mundo, enxergar os males e a tristeza alheia, olhar a fome, a miséria, as doenças, as crianças nas ruas, sem futuro.

Veremos então, nossos problemas, tão pequenos no contraste.

Sentiremos o privilégio de poder dar graças a Deus. Temos força, saúde e esperança.

 

O coração é bastante grande para
conter muito amor. Quanto mais
você o dá, mais você o tem.
(Victor Hugo)

Este artigo é fruto de sugestões que recebi de inúmeras pessoas que leram o meu artigo sobre solidão, pedindo para que eu me aprofundasse no tema: Como se amar?, já que no artigo anterior eu havia escrito que para se acabar com a solidão, era necessário se amar. Portanto, a dúvida como se amar? foi a mais comum dentre os inúmeros e-mails que recebi da maioria das pessoas que leu o meu artigo sobre solidão. Na verdade, esta dúvida reflete a dificuldade em que muitos se encontram de se amar verdadeiramente. Basta ver as letras das canções populares onde se fala de amor, traição, rejeição, solidão, amor não correspondido, incompreensão, etc. No meu consultório, uma das queixas mais comuns dos pacientes, está na dificuldade de se amar e, consequentemente, se entregar no relacionamento amoroso.

É o medo da intimidade.
Mas por que acontece isso? A causa principal advêm de uma cultura e moral religiosa equivocadas e distorcida, que nos ensina a amar o próximo, a tratá-lo bem e a respeitá-lo, mas se esquece de falar também do como a ti mesmo. É a máxima Cristã Amai ao próximo como a ti mesmo. Desta forma, pensar em si é ser egoísta, individualista. Aprendemos, portanto, que é feio pensar em si mesmo. Com certeza, você será muito malvista(o), criticada(o).

E aprendemos também a atrelar o amor por si nos outros, ou seja, só vou me amar se alguém me amar; só vou me sentir valorosa(o), se as pessoas me valorizarem. A pergunta que costumo fazer para uma pessoa que não se valoriza é: E se as pessoas não te valorizarem no seu trabalho, na sua casa, como fica? Você vai fazer o mesmo com você?

Se o seu marido não te valoriza, não te dá carinho, atenção, se te destrata, manda calar a sua boca, diz que você só fala besteira, te humilha na frente dos outros, fala que você parece uma porca porque está gorda, o que você faria? Ficaria calada, iria se trancar no quarto e chorar, se sentindo uma pobre coitada?
Tais atitudes refletem, evidentemente, o desamor por si mesma. Depressão, amargura, desinteresse pela vida, desesperança e até o suicídio, são portanto conseqüências desse desamor. Então, como se amar?

É sair desse vitimismo, dessa visão que você é uma grande vítima. É parar de se criticar, de nutrir raiva por si mesma(o), ficar sempre se condenando, se sentindo culpada(o) por tudo. É se pegar no colo, ter um profundo respeito e apreço por si. É se tratar bem como você costuma fazer com as visitas em sua casa. Você trata bem as visitas? Então, por que não faz o mesmo com você? O que adianta ser boa com os outros, se com você é muito má, uma carrasca de si mesma? Adianta? Portanto, se amar é ter atitudes positivas, respeitosas consigo mesma. É fácil? Claro que não!!! Porquê?

Porque não fomos educados para isso. Você falaria de suas qualidades na frente de uma platéia lotada de gente, naturalmente, sem ter vergonha? A maioria das pessoas encontra muita dificuldade em se auto-elogiar em público, porque não se valoriza verdadeiramente. Aprendeu que a modéstia é a melhor política.

Já viu um político falar mal de si, ter vergonha de si? Se já viu, então ele não vai ter sucesso em sua carreira política. Portanto, se amar é uma questão de escolha, de exercitar esse trato amistoso consigo mesma. É aprender a sentir prazer em ser você, do seu jeito. É se aceitar verdadeiramente, sem se criticar. É mudar o seu estilo de vida, dar mais risadas, melhorar a qualidade de seus pensamentos e sentimentos, fazer dieta, ginástica, cuidar de seu corpo, escolher melhor suas amizades, adotar um estilo de vida amoroso e não agressivo, tóxico ou indiferente. Gostar de si, portanto, resulta em querer viver, ter paixão pela vida. Por outro lado, na teoria é fácil falar em se gostar. O grande desafio é exercitá-lo no nosso cotidiano. É o convite que faço a você. Ame-se!!! Tome um porre de amor, se embriague de amor. Garanto que você não vai se arrepender.

Um abraço carinhoso e fraterno!!!

Osvaldo Shimoda


*

No fundo do centro do meu ser existe uma infinita fonte de amor
(Louise Hay)

http://www.rosangelaliberti.recantodasletras.com.br/blog.php?idb=7571


*

"O elogio que não vem da amizade não é elogio, mas adulação."
(Autor Desconhecido)


"Por melhor que digam de nós, não nos dão nenhuma novidade."
(François de La Rochefoucauld)


"Amo as pessoas que vivem ao meu redor. Amo a alegria e, por isso, a encontro junto a mim. Amo a amizade e, por isso, colho estrelas.“
(Phil Bosmans)



(Foto: Iraci_B_Alib/2010)

Diversos autores
Enviado por Rosangela Aliberti em 17/11/2010
Alterado em 14/07/2013


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras