Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos



Carta de Abraham Lincoln ao professor de seu filho. (às vezes enviada via e-mail, pps ou vídeos editados no YouTube em inglês e/ou português) = FALSA AUTORIA


Caro professor,

Ele terá de aprender que nem todos os homens são justos, nem todos são verdadeiros, mas, por favor, diga-lhe que, para cada vilão, há um herói; que para cada egoísta, há também um líder dedicado;

ensine-lhe, por favor, que para cada inimigo haverá também um amigo;

ensine-lhe que mais vale uma moeda ganha que uma moeda encontrada;

ensine-o a perder mas também a saber gozar da vitória.

Afaste-o da inveja e dê-lhe a conhecer a alegria profunda do sorriso silencioso.

Faça-o maravilhar-se com os livros, mas deixe-o também perder-se com os pássaros do céu, as flores do campo, os montes e os vales.

Nas brincadeiras com os amigos, explique-lhe que a derrota honrosa vale mais que a vitória vergonhosa; ensine-o a acreditar em si, mesmo se sozinho contra todos.

Ensine-o a ser gentil com os gentis e duro com os duros;

Ensine-o a nunca entrar no comboio simplesmente porque os outros também entraram.

Ensine-o a ouvir a todos, mas, na hora da verdade, a decidir sozinho;

ensine-o a rir quando estiver triste e explique-lhe que por vezes os homens também choram.

Ensine-o a ignorar as multidões que reclamam sangue e a lutar só contra todos, se ele achar que tem razão.

Trate-o bem, mas não o mime, pois só o teste do fogo faz o verdadeiro aço.

Deixe-o ter a coragem de ser impaciente e a paciência de ser corajoso.

Transmita-lhe uma fé sublime no Criador e fé também em si, pois só assim poderá ter fé nos homens.

Eu sei que estou pedindo muito, mas veja o que pode fazer, caro professor.

Não é de Abraham Lincoln.
Em busca da autoria

 *

Nota [1]
O que foi encontrado num fórum de um site estrangeiro: "Use o texto se assim o desejar. No entanto, não digo às pessoas que foi escrito por Abraham Lincoln, porque não é dele!"

Nota [2] (...) Continuando a pesquisa sobre este tema, descubro que, afinal, o decálogo é falso, que não foi Lincoln quem o escreveu. O Decálogo, cujo título original é "The ten cannots" (Os dez não se pode) pertence ao reverendo William J.H. Boetcker, um presbiteriano norte-americano de origem alemã (1873-1962), que o publicou em 1916.  (Fonte na net: Quiprocó da Onça)

(Colaboradora da pesquisa: Sonia Sampaio).

__________________

BLIND GUARDIAN - Don't Talk To Strangers
http://www.youtube.com/watch?v=J3DlQi9YCXg

DIO - Don't Talk To Strangers
http://www.youtube.com/watch?v=BFyxCf8ZgBw

Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 15/11/2011


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras