Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


I
 
Vem ver a chuva
 
Vem ver logo a
chuva chegando
molhando (aos)
poucos
lavando almas
do alto
da janela da rua
 
vem ver a chuva
daqui que
dança
feito rapisódia
de Rachmaninoff
 
como quem cai do céu
vem se sentir chuva.
 
II
 
Para mim que nada sei é muito difícil pensar nesta Energia que vem de Deus. Não deste Deus antropomórfico, cria(n)ção  sem graça, criado por gente que pensa que sabe como enganar eternamente os de boa fé... e quanto aos que O temem quando oram...  (o homem leva muito a sério  palavras passadas d’um telefone sem fio)
 “Imagem e semelhança” estão na essência.
Mortais suportam injustiças e teimosias ora com réplicas plausíveis... ora com sentimentos exacerbados.
Quem disse que Deus se conforma com a dor? Por que as nuvens choram e delas surgem raios? ...neste mundinho (mal criado) existe tanta bizarrice junta que sol e chuva acabam em arco-íris.

Rosangela Aliberti
Dez/2011 - Atibaia

http://www.youtube.com/watch?v=4E7XHOotTX0&feature=related
 
http://www.dailymotion.com/video/x5qvs9_maksim-rhapsody-on-a-theme-of-pagan_music#rel-page-15

Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 31/12/2011


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras