Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


APOCALIPSE NOW


Por onde anda os descontentamentos? Sentimentos dentro da roda: a raiva de mãos dadas com a revolta, que por sua vez aperta os dedos com a vingança; a dúvida joga a intimidação contra parede sem medo...

Qual a cura? Dentro dos inúmeros exemplos de egoísmo nas portas da era de Aquário?

Qual o significado da palavra altruísmo? Se pendurássem uma faixa amarela fosforescente em frente da casa de um agente de corrupção, apontando todas suas falhas doentias esfregando o dedo em riste, certamente o que aconteceria?
Decerto, olharia para os sinais de protestos com cara de ponto de interrogação, abriria um largo sorriso mental e os negaria: - Não fui eu quem fiz, não é minha a culpa! 

Não fui eu quem fiz é primeira resposta que cai direto na lingua das crianças pequeninas... ao fingirem para si e ao tentarem convencer os adultos que não fizeram, logo neste mundo de faz-de-conta este tipo de atitude surte efeito que não arranha a pele da verdade: “O veneno da serpente não mata a serpente.”

Enquanto isto alguns peixes ao se verem maltratados no interior de um grande aquário se debatendo  agitando as barbatanas com lentidão para chamar atenção do dono com seu petitório: - Ar, ar, ar... por favoooor, limpe o aquário preciso que você renove a água deste cubículo.

O ser humano caminha com a graça dos pingüins e passos de tartarugas... já repararam como as crianças são 'experts' em pedir.
Inconscientemente somos pedintes: pedimos chuva quando faz muito sol, vento quando o tempo está abafado, saúde quando adoecemos, riqueza quando queremos ver livres das contas para pagar...

Certamente vocês já notaram quanto mais a criança mas ela se mostra insatisfeita, quanto mais damos mais ela exigirá... se tornando uma criança eternamente mimada... uma criança chorona sem voz ativa, aguardando sempre algo dos pais, 'amando' os pais pelo que podem fornecer... interesses andam de mãos dadas com sentimentos de egoísmo.

Para algumas crianças, Deus ainda é Aquele sujeitinho barbudo sentado nas nuvens como manda o velho ‘figurino’ pintadinho nos tetos das igrejas dos tempos antigos. 

Escuto agora:
Algumas crianças reunidas dentro de uma grande sala fazendo preces automáticas como se estivessem escrevendo uma lista para o Papai Noel: pedem, suplicam, murmuram... o zumbido soa como o trabalho das abelhas obreiras: zum-zum- zum-zuns (no interior da colmeia).

Vamos dar um 'zoom' nas aves e nas marias que voam de uma boca para outra mecanicamente cheias de graça, na fábrica de zum-zum-zuns: - Deus me dê isso, Deus me dê aquilo! Deus por que falta aquilo e aquilo outro!? Deus a culpa é sua! Ó... Deus me livre! Ó Deus... deus...deus você é um Carrasco, um Bandido... deus você é Muitoooooooooo Ruim...

Assim sendo, o tal incerto e insano ‘Deus’ vai... se transformando em um deus bem p e q u e n i n i n h o.

Enquanto isto a Natureza lá fora continua se movimentando os astros, os peixes deslizam corredeiras abaixo nadando... encontram-se com tubarões que ensandecidos vasculham pelo cheiro da carne de crua, os golfinhos salvam náufragos e as baleias submergem no abismo do oceano... neste exato momento pessoas estão morrendo de fome, pessoas estão com armas nas mãos sem saber bem porque estão manejando instrumentos de ódio... neste instante meioses e mitoses estão se formando... e novas crianças estão nascendo...

E o nome de Deus continua sendo utilizado em vão: - Juro em nome de Deus.
Precisa jurar? Ainda mais em nome do ´Criador´!!!
Interessante este nome: CRIA_DOR.
As pessoas buscam a felicidade... e dão nomes muito pequenos, próprios de suas CRIA_ AÇÕES.
Este deuzinho só poderia ser um a sério candidato a ser muito pequenininho... parece até que o nome foi criado por gente... para que???

Será que é para que o ser humano aprenda a se esforçar projetando pensamentos equilibradores: o bem e o mal transitam no mesmo espaço: lua - sol... claro - escuro... a borboleta - mariposa... pássaro - morcego...

Só sei, que parece que este tal Deus precisa ser Muito Bom, porque se não for Muito Bom não será Amado... neste caso é mas conveniente que ‘Ele’ deixe de existir se transformando em um ‘ele’.

Ok! Talvez seja para nós nos lembrarmos que um pai tem que tratar o filho como igual, alguém pede algo para um pai o colocando em um pedestal...? Acho que toquei no calcanhar de Aquiles do orgulho, sou um entre a tribo de David no meio dos Golias.

Escrevo certas coisas para convencer a mim mesma que Algo Maior existe... algo Maior que eu... algo que me faz pensar que estou mergulhada dentro de Algo, que eu na atualidade não tenho ainda compreensão da sua dimensão. Para se falar com um pai eu precisaria se de um alto falante? O tempo da Idade Média já passou o tamanho das mesas das salas-de-jantar não tem mais aquela extensão... quem quiser falar com o pai tem que no mínimo, acreditar que E(e)le esteja (ou menos esteve) sentado do outro lado da mesa e respeitar o seu lugar, hoje o homem conversa com um pai o ‘desafiando’: olho no olho como um igual.

Com que cara as pessoas olham para os outros seres da natureza??? Com ares de superioridade?
Um filhote de cachorro é... apenas um cachorrinho que está aí por estar, para animar a criança que existe dentro de alguns de nós...
Um pássaro? - Hum! São enfeites que cantam no meio dos galhos das árvores encantam...
As flores? O mundo tem diversaaaaas flores e tonalidades para não cansar a paisagem... Plantas? Não raciocinam são vegetais que estão por aí na Terra para que os homens se alimentem.

Uma pessoa que não teve recursos e não pode estudar é quase um nada, um zero à esquerda, um mero camponês que nasceu para viver com as mãos em uma enxada. 

Pergunta: Quando um pai aqui na Terra dá tudo de mão beijada para um filho isto é... Bom para o filho???

Existe um certo Livro que até hoje dizem que é Sagrado, no entanto já passou nas mãos de tantos humanos... como os seres humanos são relativamente perfeitos duvido de tudo que possa estar escrito nele (alguns pensam), contudo esquecem que se pode tirar sempre uma verdade dentro de tudo... até em uma mentira podemos achar uma grande verdade.

A humanidade gosta de contar histórias que correm de boca em boca de geração para geração de forma um tanto: heróica... em um dos últimos capítulos deste livro diz que um sujeito chamado Jesus voltaria a Terra (em cima das nuvens é 'claro')... se tudo está cinza... é porque o céu está sendo pintado de cinza, isto quer dizer que os sujeitos podem carregar os tons acinzentados dentro e fora de si.

Tem gente por aí que ao fazer aniversário não estando em um hospital sente ódio ao ser cumprimentado... Qual é a cor do céu no interior deste sujeito? Com o tempo todos verão que sempre existe um lado bom (tudo a seu tempo).

A Fé.
Aonde está a Fé? A Fé tem que estar dentro do Mundo interior para segurar nas mãos deste tal Deus... nesta roda, a minha Fé é a São Tomé daqueles que desejam ver para crer.
Entendo que no mundo não existe nada de errado: os monges estão atrás das muralhas que devem estar dentro de seu estado de meditação segurando ‘as pontas’ das ondas antagônicas; os sentimentos e ações de preces contínuos das freiras enclausuradas neste curto espaço de tempo têm um porquê isto não quer dizer que estas pessoas ao se transformarem em pura energia farão o mesmo... Todos os seres tem um porquê de estarem por aqui, nós não temos o controle de tudo, mas tudo está no seu devido lugar.

A Caridade só se dá com gestos reais de bondade, indulgência e perdão... mas não é a bondade pífia...
Bondade equilibrada, Indulgência e Perdão são colhidos no tempo certo no interior dos corações. O tempo é curto e há tantas pessoas por aí que não desejam fazer as pazes com o bem que se encontra nelas mesmas. Enquanto isto continuam emitindo suas energias em torcidas de campos de futebol, torcendo por suas bandeirolas, extravasando e deslocando seus sentimentos de descontentamento, quanta energia sendo desperdiçada aonde poderia ser canalizada em um mutirão a favor da PAZ entre as 'fronteiras'.

E assim vamos balançando na mesma rede... não dou pontos sem nós por aqui. 

- Fique com D(d)eus, F(f)ilho de D(d)eus! Querendo ou não observe o fluxo da Natureza ao redor... remédios bons naturalmente tem um gosto amargo...

Estou respirando agora... e você também... e este texto continuará respirando quando eu tiver passado para o outro lado... junto com as outras reflexões da sociedade dos escritores 'mortos.' 

São Paulo, 28.IX.05
Fotografia: Bruno Unger
Parque Nacional de Itatiaia - Rio de Janeiro


www.riversongs.com/Flash/bal.html








Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 30/09/2005
Alterado em 20/10/2005


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras