Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


[Tirando poeira do bolso]

No corpo humano
movimentos de polias
enferrujam ou 
desenferrujam?!

O pensamento lima
a ira no freio da razão
se na mira...
há, o que desarme
a máquina
o tiro certo... está 
no bico 
dos bem-te-vis

Carne ossos 
considerações
reflexos das almas 
nós... nos ...espelhos

Uns sempre trarão
poesia demais
(dentro de si)
versus - os que tem
de menos...
mais alguns, os pés de 
fingimentos

Entre o intacto e
o quebrado... tem
cinza e o r/emendado...

À quem tenha
no meio disto tudo
um “feeling” dos
mais saudáveís

Sem se prender
as ladainhas:
seu eu... é Céu
brilhante
em dias chuvosos

Resignação dói?
Lágrimas, seiva
a brotar, poeira:
verde-varanda
laranja-amanhecer
ES-PE-RAN-ÇA.

rosangela_aliberti
Atibaia, fev/2013


(foto: web)
Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 21/02/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras