Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


Torpedinhos sob medida...

I

A!_penas

O problema não está
em errar diversas vezes
o problema está
em não dar o braço a torcer
ao Acerto
quem muito bebe
nunca deseja estraçalhar
a_penas seu próprio fígado...

II

Algum “bebum” na área?!

Passarinho
que não bebe
água direto da bica
fica tão tonto
que pede prá levar
CHUMBO.

Beba mais H2O
dê uma maneirada no Engov
moderando as ações.


III

[Conclusões com o copo d’água]

Na plantação
Quem chapa o coco
D+
Merece atenção?
Não. De coco chapado
Não dá prá se conversar
O entendimento
Anestesiado na esquina
Encontra-se desencontrado.

IV


Não venha me beijar...

Se todo doce vampiro
merece um bom gole de sangue
nada como um Bom chá quente
descendo pela laringe abaixo
Allium sativum L*
é A va-ci-na.


Indicações*: acne, afecções da pele, afecções nervosa e histérica, ácido úrico, afecções genitourinárias (cistite, ureterite, uretrite, pielonefrite, urolitíase), afecções respiratórias (abscessos pulmonares, asma, bronquite, coqueluche, defluxo, enfisema, faringite, gripe, pneumonia, resfriado, tuberculose), angina, arteriopatias, arteriosclerose, artrite, calcificação das artérias, cálculo na bexiga, calos, caspa, catarro, coadjuvante em tratamentos de diabetes, cólera, colesterol alto, dermatomicose, diabetes, diarréia, difteria, distúrbios intestinais, doenças cardíacas, dores de cabeça, dores de dente, dores de ouvido (+surdez), edemas; enfermidades do fígado, dos rins e da bexiga, enxaqueca, escorbuto, esgotamento, estimulação do sistema imunológico, falta de apetite, febre, ferimentos (prego enferrujado, espinho, madeiras, vidros e materiais plásticos), gangrena pulmonar, gota, hemoptise, hemorróidas, herpes, hidropisia, hiperglicemia, hiperlipidemias, hiperqueratose, hiperuricemia, hipocondria, histeria, impingem, impurezas na pele, infecções bacterianas, infecções fúngicas, insônia, intoxicação nicotínica, manchas da pele, melancolia, menopausa, micose, nefrite, nervosismo, obesidade, palpitações cardíacas, paralisação do fígado e do baço, parasitose intestinal, paludismo, parodontopatias, picadas de insetos (coceira e dor), pressão alta, pressão baixa, prevenção de disenterias amebianas, prevenção de tromboembolismos, prisão de ventre, problemas circulatórios, retinopatia, reumatismo, roquidão, sarda, sarnas, sensação de medo, sífilis, sinusite, tifo, tinha, tosse, triglicerídeos altos, tumores, úlceras, varizes, vermes, verrugas.

Contra-indicação*: Contra-indicado para pessoas com problemas estomacais e de úlceras, inconveniente para recém-nascidos e mães em amamentação e em pessoas com dermatites. Em doses muito elevadas, pode provocar dor de cabeça, de estômago, dos rins e até tonturas.

*

Pensamento: SEM NOVIDADE SOBRE O ALCOOLISMO

"Todos gestos de amor em demasia, na verdade não são de amor
 são SINÔNIMOS de uma série de enfermidades. Todos gestos profundos de ódio, são os resultados do amor em desequilíbrio.

Alguém pode pedir ou mandar um outro parar de beber
e não ter a resposta do eco desejado, porém se pode virar as costas para quem tem como melhor amigo (no momento) O copo:
aquele que constrói um falso valente ou algum covarde ressentido,
ao dar EXCESSIVO valor as pancadas, ao lhe ENCHER de ilusões.

Alguém pode não ser pessimista nem otimista
prefe_rindo admirar as árvores nos quintais da vida...?
Na guia, se pode direcionar bem os passos
no meio fio se pode andar com um pé só, estando sóbrio.

Um ALCOÓLATRA* nunca vê nitida_mente os reflexos nos espelhos...
Não encare os outros, feche os olhos
e veja... o que há para se reformulado no SEU interior."

Um depoimento: Nos fins de semana entre amigos aos 15 anos, X. tomava de tudo (vinho, batidas de coco, tequila...) nada parava no estômago, vomitava, desmaiava nos cantos e era levada para o quarto onde o teto girava... enquanto todos se divertiam, certa vez quando um de seus amigos a cumprimentou ainda sóbria em um sábado: - Olá tudo bem alcoólatra.
O peso da vergonha doeu tanto que aprendeu a beber "socialmente" tendo consciência que se fosse doente, não suportaria parar após a primeira gota. Nem todos podem beber socialmente...

Nota*: Será que vale a pena entrar no estado de idolatração do álcool*?
Pesquise, sem sensacionalismo! (coloque o nome de Jacqueline Saburido no 
google english)

Rosangela_Aliberti
São Paulo, 08.IX.07
Arte de origem desconhecida

*


OS DOZE PASSOS

PRIMEIRO PASSO:
Admitimos que éramos impotentes perante o álcool - que tínhamos perdido o domínio sobre nossas vidas.

SEGUNDO PASSO:
Viemos a acreditar que um Poder superior a nós mesmos poderia devolver-nos à sanidade.

TERCEIRO PASSO:
Decidimos entregar nossa vontade e nossa vida aos cuidados de Deus, na forma em que O concebíamos.

QUARTO PASSO:
Fizemos minucioso e destemido inventário moral de nós mesmos.

QUINTO PASSO:
Admitimos perante Deus, perante nós mesmos e perante outro ser humano, a natureza exata de nossas falhas.

SEXTO PASSO:
Prontificamo-nos inteiramente a deixar que Deus removesse todos esses defeitos de caráter.

SÉTIMO PASSO:
Humildemente rogamos a Ele que nos livrasse de nossas imperfeições.

OITAVO PASSO:
Fizemos uma relação de todas as pessoas que tínhamos prejudicado e nos dispusemos a reparar os danos a elas causados.

NONO PASSO:
Fizemos reparações diretas dos danos causados a tais pessoas, sempre que possível, salvo quando fazê-las significasse prejudicá-las ou a outrem.

DÉCIMO PASSO:
Continuamos fazendo o inventário pessoal e, quando estávamos errados, nós o admitíamos prontamente.

DÉCIMO PRIMEIRO PASSO:
Procuramos através da prece e da meditação, melhorar nosso contato consciente com Deus, na forma em que o concebíamos, rogando apenas o conhecimento de Sua vontade em relação a nós e forças para realizar essa vontade.

DÉCIMO SEGUNDO PASSO:
Tendo experimentado um despertar espiritual, graças a estes passos, procuramos transmitir esta mensagem aos alcoólicos e praticar estes princípios em todas as nossas atividades.
 
OS DOZE PASSOS - Forma Integral: consultar o Livro: "OS DOZE PASSOS E AS DOZE TRADIÇÕES" Disponível na JUNAAB - Junta de Serviços Gerais de A.A. do Brasil. Avenida Senador Queiroz, 101 2 andar cj 205 Caixa Postal 580 - CEP 01060-970 S‹o Paulo/SP - Brasil
 
http://www.alcoolicosanonimos.org.br/


 

 

Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 08/09/2007
Alterado em 18/10/2009


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras