Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


Reflexão do dia: “Fiore”

“O poeta estuda os relatos antigos dos heróis que tiveram a sabedoria para cruzar a grande água.” (I Ching O Livro das Mutações)

Vejo a chuva e esta molha todas os seres viventes como também os estagnados, olho para uma formiga a passear sobre o caule de uma planta e aprecio o fato de um ser aparentemente tão pequenino ter o instinto de equilíbrio preservado... (eu nunca disse que a formiga se equilibra sobre as pétalas brancas de uma margarida) ...apesar de compreender que isto possa ocorrer ao observar palavras, soltas... são tal qual dentes de leão soprados em um dia de sol. 

Todo artigo que por aqui na Língua portuguesa é expressamente definido como feminino e/ou masculino corresponde a paz e a beleza interior (do que há na Terra), quando se nasce ou se migra de um local para o outro os significados dos substantivos noutros idiomas passam a adquirir representações mais amplas (por exemplo, “flor” em italiano é um substantivo masculino, “fiore”) contudo necessariamente isto não quer dizer que a palavra tome outra proporção no que diz respeito a sexualidade existente e identificada ao longo do tempo em nós. 

Existe no espelho, imagens e miragens. A inveja contida nas deturpações não se encontra nas palavras propriamente ditas, bem como a admiração nas ondas dos sentimentos mal ou bem definidos, estes podem ocasionar um certo desconforto ou conforto nos servindo como alerta: - O que pesa mais dentro de cada um de nós...? A raiva, o medo, a vaidade, a libertação da culpa, a conscientização traz a tona que emoções? Para meio entendedor meias palavras bastam no silêncio.

O amor, pode ser expresso a todos e a malícia sempre estará nos olhos de quem a quiser ver. 

Como as pessoas podem compreender o sentido do "religare" estando cada vez mais afastadas da Natureza? Tem peixe que ainda não respira ... respeitando o oceano, vai ver que é por isto que uma parte às vezes morre ou deseja que parte de outrem morra ao não retirar proveito do inconformismo, sendo que os riachos... os rios seguem vencendo os obstáculos, até desembocar no mar.

Rosangela_Aliberti
São Paulo, 03.XI.07

Foto da Galeria de McCann_M.P.
– Flickr

 

Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 03/11/2007
Alterado em 10/11/2007


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras