Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


Espantando fantasmas

Às vezes sinto tanto o medo que tenho vontade de chorar, quando penso no choro, engulo o arrepio de medo... no durmo ou não durmo enterro o choro, cantando ou dançando com uma outra lágrima pendurada no rosto ao ver onde a morte e o vento se atreveram passar.

Rosangela Aliberti
São Paulo, 18.V.08
(fairies, desconheço o
autor da arte)

*

audio: "cry of the celts" Ronan Hardiman
http://br.youtube.com/watch?v=Tm3gKFpoGRU

 

Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 18/05/2008
Alterado em 30/05/2008


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras